O credenciamento para a versão brasileira do Sirha já está aberto

A versão brasileira do Sirha – maior evento de gastronomia, hotelaria e food service do mundo, acontecerá apenas em março, mas a boa notícia é que o credenciamento já está aberto. O evento é muito legal e os concursos Bocuse d’Or e de Pâtisserie, são praticamente a copa do mundo da categoria – um show à parte.

Aulas, degustação de produtos, palestras, concursos gastronômicos com reconhecimento internacional, chefs renomados brasileiros e estrangeiros, profissionais de gastronomia, hotelaria e foodservice e muito mais você vai encontrar durante o Sirha. Se você quer fazer essa viagem gastronômica e conhecer as tendências culinárias para 2018, o Sirha Brasil é realmente o lugar certo para você.

Sirha acontecerá de 14 a 16 de março, das 11h às 20h – no Pavilhão 4 do São Paulo Expo e para você fazer sua inscrição acesse: credenciamento. As inscrições são apenas para profissionais e estudantes de Gastronomia, Hotelaria e Nutrição.

Além de receber expositores com lançamentos de produtos, tendências e serviços, o Sirha Brasil terá um seminário de hotelaria – entre os destaques do evento está o projeto do hotel Samba in the Box, criado a partir de contêineres, que será apresentado ao público e a investidores como uma opção sustentável para o segmento -, e a etapa regional dos concursos Bocuse d’Or e Coupe du Monde de la Pâtisserie, voltada para a arte da confeitaria. Já o Talentos do Gelato é exclusivo da versão brasileira do evento, e vai prever a preparação de finger foods salgados. Todas as batalhas de chefs podem ser acompanhadas bem de perto pelos visitantes credenciados.

Bocuse d’Or – que será presidida pela chef Giovanna Grossi, vencedora das últimas etapas brasileira e latino-americana. Foto: Eduardo Madeira

No Espaço Terroir Brasileiro, 60 produtores vão representar todos os estados do país. Com curadoria da sommelier Carolina Oda, o Bar Sirha terá conteúdo exclusivo de produtores de café, vinho, cerveja e mixologia. O seminário Senac de Gastronomia: Saberes & Sabores – a hotelaria põe a mesa será um lugar para debates de profissionais durante os três dias da feira.

Sirha é hoje o evento de referência do setor de gastronomia e hotelaria na Europa e no mundo, e está pela terceira vez no Brasil – e pela primeira em São Paulo.

Sirha São Paulo
Dias 14, 15 e 16 de março, das 11h às 20h
Pavilhão 4 do São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda, São Paulo – SP
Haverá transfer gratuito da estação de metrô Jabaquara para os credenciados.
Credenciamento no site: www.sirha-saopaulo.com (inscrições gratuitas)
Maiores informações: (21) 2441-9386 | sirha-sp@sirha-saopaulo.com

5 ótimos restaurantes de sushi em São Paulo

Se você é fã da culinária da “Terra do Sol Nascente”, não faltam excelentes opções de restaurantes em São Paulo. Dos mais sofisticados e exclusivos aos mais populares, é possível ser muito bem servido e comer muito bem. Pagar o preço justo não é, necessariamente, sinônimo de qualidade. Aqui vão dicas de bons restaurantes, acessíveis para todos os bolsos.

Ohka

Refinado, minimalista e chique. Estas palavras podem definir o estilo do restaurante localizado no Itaim Bibi. Ele trabalha apenas na hora do jantar, tem reputação de ter um ótimo atendimento, um bom ambiente e um público qualificado. O sabor de seus pratos é sempre muito exaltado.

Hamatyo

É um restaurante simples, informal, no bairro de Pinheiros, mas que possui muitos fãs em toda a cidade. Com apenas 20 lugares, ele serve apenas sushis e sashimis, nem sonhe com um prato quente. Sua especialidade são os frutos do mar.

Aizomê

Com pratos lindos e coloridos, o Aizomê não sai da lista dos melhores restaurantes japoneses da cidade há anos. As melhores pedidas são os pratos quentes do cardápio, alem das sobremesas, muito elogiadas também. Fica no Jardim Paulista, tem fachada discreta e um ambiente tranquilo.

By Koji

Com a inusitada localização – está instalado dentro do estádio são paulino, no Morumbi – o restaurante popular é muito elogiado pela variedade de seu cardápio. Uma ótima dica para quem quiser levar a família para um programa duplo, gastronômico e esportivo.

Flying Sushi

Uma das franquias mais conhecidas da cidade, ela tem uma decoração muito elogiada, que remete aos restaurantes similares de Tóquio. Comida farta, muito agradável à vista e ao sabor. Preços acessíveis, ótimo para almoços de negócio e jantares com amigos e familiares. Seu grande diferencial é o serviço de entregas, que integra todo cardápio usual ao delivery.

Restaurante Oui: novidades no endereço e cardápio

O tradicional restaurante francês Oui reabriu suas portas a poucos metros do antigo endereço em Pinheiros. Agora ele está na Rua Costa Carvalho, 72. A casa continua comandada pelo chef Caio Guerreiro Ottoboni, que aproveitou a mudança para renovar o cardápio.

O menu continua voltado para a bistronomia. Foram incluídas novas entradas e pratos principais. Entre as novas opções de entrada, Berinjela assada, laqueada com amendoim e missô; Camarão e legumes gratinado, pão de alho; Dadinho de bochecha ou cabeça de porco com vinagrete de salsa; Mini Pimentão recheado com boudin noir, vinagrete e castanhas; Mexilhão com alho-poró e aioli ao limão; e o Espetinho de asa de pato confit.

Entre os pratos principais: Arroz de pato servido com chips de paio e couve; Foie gras; Língua de boi com purê, tomate e cornichon; Polvo, aioli de dendê, romesco e bok choy; e o Vegetariano da semana. Nas sobremesas, Mousse de chocolate com caramelo soufflé e esponja de amendoim; e o Omelette nourvegiénne, bolo com sorvete recoberto de merengue flambado ao cognac.

O Oui abre para almoço de terça a sexta, das 12h às 15h, e aos sábados e domingos, das 12h às 16h. Vale ressaltar que, no almoço, há duas opções de preços no menu executivo: entrada e prato principal ou entrada, prato principal e sobremesa. No jantar, o bistrô funciona das 19h30 às 23h30 de terça a quinta e até 0h nas sextas e sábados. Confira aqui os valores do menu.

Oui – www.ouirestaurante.com.br
Rua Costa Carvalho, 72, Pinheiros, São Paulo-SP
Telefone: (11) 3360-4491

Bar Brahma Centro ganha novo cardápio

Localizado próximo ao Metrô República da Linha Amarela de São Paulo, e no cruzamento da Avenida São João com Ipiranga, o Bar Brahma Centro se tornou um dos principais pontos turísticos da cidade. Com chope bem tirado, gastronomia e música de qualidade, a casa oferece programação variada com mais de 200 shows e eventos culturais por mês em diversos estilos, em um ambiente que reflete toda a hospitalidade do povo paulista.

Frequentado por um público eclético que procura boa cozinha e entretenimento em um só lugar, e prestes a completar 70 anos de existência, o Bar Brahma ganhou um novo cardápio. Tratam-se de modernizações de petiscos e pratos clássicos, todos executados por Marcelo Corrêa Bastos, chef do premiado Jiquitaia – que treinou toda a equipe que está sob o comando do novo chef da casa, Claudio Aliperti.

Foram criadas receitas exclusivas para o bar, como os Camarões com quiabo empanados na farinha de fubá com molho à base de dendê, amendoim e pimenta, além de clássicos com toques autorais, como o Frango ao molho agridoce de gengibre. Entre os petiscos, Chips de Jiló, Polpetinhas suínas à parmegiana, Bolinho de mandioca recheado com queijo e Filé aperitivo salteado ao molho de chope escuro. Já nos pratos principais, Bife de chorizo para compartilhar acompanhado de salada de batatas da casa, coleslaw e farofa, Linguiça especial grelhada com os mesmos acompanhamentos, um novo Filé à Oswaldo Aranha e um Baião de Dois feito de arroz com feijão de corda, carne seca, linguiça, queijo coalho a abóbora acompanhado de costelinha e ovo frito.

Dentre os sanduíches, vale provar o Mini sanduíche de camarão com abacate, picles de nabo, coentro, maionese e alga nori, o hambúrguer de porco, além do Kebab de Cupim

O Bar Brahma Centro fica na avenida São João, 677 – Centro (no cruzamento com a Av. Ipiranga), em São Paulo. Funciona de segunda a quinta das 11h à 01h, sexta das 11h às 02h, sábado das 12h às 02h e domingo das 12h à meia-noite (inclusive feriados). Para reservas e maiores informações ligue para (11) 2039-1250. 

São versões de pratos clássicos da cozinha boêmia, elaborados com os melhores ingredientes, perfeitos para qualquer hora do dia ou da noite.

5 lugares em São Paulo para o primeiro encontro

O casal Felipe e Bruna do blog ExperiMenteSP listou cinco lugares – os quais já visitaram – ideais para um primeiro encontro. Para isso, a ideia é um lugar bem descontraído, como um bar, onde a conversa possa ser mais tranquila e regada a petiscos e drinques. Veja as escolhas do casal:

1 – Veloso Bar – www.velosobar.com.br

Chopp gelado e coxinhas maravilhosas. O ambiente descontraído à la happy hour faz o papo fluir muito bem. O lugar sempre está cheio, então é bom se atentar ao horário de chegada e até ter um plano B definido.

2 – Bar do Luiz Fernandes – www.bardoluizfernandes.com.br

Quem não se sente bem em um bom e belo boteco? Pelo bar ser bem tradicional e ter frequentadores assíduos, a risadaria é presente nas mesas, deixando um clima gostoso e agradável para conhecer alguém melhor.

3 – Cervejaria Nacional – www.cervejarianacional.com.br

Além da experiência com uma pessoa nova, você pode degustar cervejas feitas no próprio lugar. Se caso você experimentar uma cerveja de cada, a certeza que temos é que o papo fluirá muito bem.

4 – Les 3 Brasseurs – www.les3brasseurs.com.br

Assim como a Cervejaria Nacional, o Les 3 Brasseurs – conhecido como 3B também – serve cervejas de fabricação própria e possuem uma “régua” de degustação das cervejas diferentes. Aquele famoso “macarrão no queijo” é servido no 3B também.

5 – Cão Veio – www.caoveio.com.br

Ambiente escurinho com cervejas de todo canto do mundo, ideal para um clima mais intimista. Homens tomem cuidado: um dos donos do pub é o chef Henrique Fogaça. Então, caso ele esteja no local, você corre o risco da sua gata se apaixonar por ele.

casal

O blog ExperiMenteSP, criado em 2014 por Felipe e Bruna – um casal de namorados apaixonado pela cidade em que vive -, tem a intenção de promover o turismo em São Paulo. Seja de turistas ou dos próprios paulistanos, cujo tempo é escasso e, muitas vezes, deixam de conhecer cada pedacinho dessa cidade incrível. Em dois anos de blog, as redes sociais somam mais de 30 mil seguidores. Ela, jornalista, e ele, profissional da área de TI, estão juntos há 3 anos e compartilham suas experiências culturais e gastronômicas no blog.

FESTIVAIS DE BATATA E MILKSHAKE CELEBRAM O DIA DA CRIANÇA

O 1º Festival da Batata e o 1º Festival do Milkshake acontecem no Memorial da América Latina nos dias 08, 09 e 12 de outubro, das 10h às 20h, com entrada gratuita. Além das inúmeras delícias, os visitantes encontrarão Parque de Diversões com brinquedos e barracas de jogos (cada atração custa R$ 6,00 e o passaporte com dez sai por R$ 50,00), fraldário, espaço quick massage para dar aquela relaxada, minishopping com roupas, acessórios, calçados, objetos de decoração, produtos de higiene e beleza, e praça de alimentação especialmente montada para a ocasião com diversos pratos salgados, doces e bebidas.

Hambúrguer no pão de batata + batata rústica
Hambúrguer no pão de batata + batata rústica

O 1º Festival da Batata traz variedades de dar água na boca. Além da mais querida, a batatinha frita, tem as assadas, em espirais, rosti, suíça, gratinada, e os quitutes preparados com ela – escondidinhos, tortas, coxinhas, bolinhos, croquetes, saladas, sanduíches, e com a batata doce – brigadeiros, doces cristalizados e em calda, pudim, mil folhas marrom glacê etc. Agora pense nessas delícias acompanhadas de cremosos milkshakes dos mais variados sabores: frutas, creme de avelã, chocolate, Ovomaltine, pistache, paçoca, brigadeiro, merengue, açaí, alcoólicos (com cerveja, vodka, Amarula)… tem até a versão salgada dessa maravilha, sabia? E já que o Festival é de Milkshakes, preparados com sorvetes…tem sorvetes também, que a criançada adora!!! Picolés, gelatos artesanais, paletas, opções veganas, sem glúten, sem lactose, frozen, soft, banana split e sundae.

Batata Rústica
Batata Rústica
Batata recheada com cheddar
Batata recheada com cheddar
Batata espiral
Batata espiral

O 1º Festival da Batata e o 1º Festival do Milkshake são realizações da Art Shine Promoções e Eventos, com apoio cultural da Fundação Memorial do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. E chegar ao Memorial da América Latina é muito fácil: pode ser de carro, pois o local conta com estacionamentos (pagos), transporte público –  a estação Barra Funda (metrô e trem) está a 500m do local e os pontos de ônibus bem pertinho. Prefere fazer um exercício e ir de bike? A ciclofaixa é logo em frente e o bicicletário no portão 9. E dá para levar os pets… eles são muito bem recebidos no Memorial. É uma excelente oportunidade para proporcionar um dia especial aos filhos, sobrinhos e netos, e também àquela criança que existe em cada adulto.

Festivais da Batata e do Milkshake – entrada gratuita
Data:  08, 09 e 12 de outubro (sábado, domingo e quarta-feira)
Horário: das 10h às 20h
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Estacionamento: Portões 4, 8 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9

Milkshake de brigadeiro
Milkshake de brigadeiro
Milkshake - frutas vermelhas e chocolate
Milkshake – frutas vermelhas e chocolate

Sanduweek acontece em mais de 30 casas em São Paulo

Sanduíche vai bem do café da manhã ao jantar e, dependendo dos ingredientes e dos acompanhamentos, pode substituir com maestria um prato principal. Brioches, paninis, bruschettas, pães artesanais, croissants, baguetes com recheios variados, wraps, hot dogs, croques Monsieur e Madame e até manouches, os sanduíches típicos das ruas de Beirute. Lanches de sotaques variados não faltam na 6ª edição do Sanduweek, festival inteiramente dedicado aos sanduíches, que acontece de 16 de setembro a 02 de outubro, em São Paulo, apresentado pela Heinz e apoio das marcas H2OH! e águas São Lourenço.

O objetivo do festival é oferecer um roteiro gastronômico desse prato que é unanimidade, reunindo sabor, criatividade e diferentes ingredientes. Nesta edição participam mais de 30 casas, entre restaurantes, bares, lanchonetes e cafeterias, com 60 receitas inéditas de sanduíche. Cada casa oferece uma versão “Street Food”, categoria com preço fixo de R$ 18, e uma de “Freestyle”, em que cada estabelecimento tem o seu lanche a preço livre, que varia de R$ 20 a R$ 40. Dentre os estreantes desta edição, estão a forneria Silo, na Vila Nova Conceição, o árabe Farabbud, em Moema, o Cateto – Beber e Comer Artesanal, com unidades em Pinheiros e na Mooca, e a Laundry Deluxe, nos Jardins, uma lavanderia gourmet com bar, restaurante e galeria de arte. Participam, ainda, a cafeteria de inspiração italiana Antonietta Caffé, no Baixo Augusta, o restaurante natural BeFresh, do Itaim Bibi, a hamburgueria Frank & Charles e a doceria Sweetshop, de Higienópolis, e a lanchonete Town Sandwich Co., sob o comando do chef Lucas Bassoleil, nos Jardins, prêmio de melhor sanduíche da cidade pelo júri da Comer & Beber 2015-2016, da Veja São Paulo.

A forneria Silo, na Vila Nova Conceição, aposta numa releitura do clássico francês Croque Madame, com molho béchamel e o ovo estrelado em cima. Foto: Mario Rodrigues Jr.
A forneria Silo, na Vila Nova Conceição, aposta numa releitura do clássico francês Croque Madame, com molho béchamel e o ovo estrelado em cima. Foto: Mario Rodrigues Jr.

Frescor, vigor e calor. Receitas preparadas no forno a lenha e servidas, em sua maioria, em charmosas e fumegantes panelinhas de ferro. Essa é a proposta do Silo, mix de bar e forneria, novidade na Vila Nova Conceição, zona sul de São Paulo. Sob o comando da restauratrice Maria Fernanda La Regina, o Silo tem menu do premiado chef francês Marc Le Dantec (ex-Charlô e Kaá, em São Paulo, e Daniel Boulud, em Nova York). Para o festival, o chef apostou em duas receitas exclusivas explorando as potencialidades e o sabor proporcionado pelo forno a lenha: o Sanduíche de Costela Bovina (R$ 18), feito na ciabatta da casa com uma costela bovina preparada no forno a lenha e temperada com tomate, cebola, cebolinha, cenoura e shoyu, e o Croque Madame Silo (R$ 40), que reúne brioche caseiro, molho béchamel, queijo brie, peito de peru e ovo estrelado, acompanhado de mix de folhas verdes orgânicas. O sanduíche Croque Madame (literalmente, do francês croque, “estala nos dentes” e madame, “senhora”) é um clássico que surgiu nos cafés parisienses em 1910. É uma variação do Croque Monsieur, sanduíche quente feito originalmente com presunto e bastante queijo, mas com um ovo em cima, lembrando um chapéu antigo feminino. Daí o nome Madame. Para finalizar com doçura, a dica do chef Mar Le Dantec é experimentar a sobremesa carro-chefe da casa, a panelinha fumegante de goiabada cascão servida com sorvete de iogurte fresco (R$ 26). Com projeto rústico-chique da arquiteta Consuelo Jorge, o Silo reúne elementos brutos, como o concreto e tijolos aparentes, e muito verde (um jardim vertical e um cacaueiro no centro do salão) que valem por si só a visita.

Pratos árabes com gostinho de comfort food. Esse é o clima do Farabbud, marco da culinária árabe em São Paulo. Fundado por Paulo Abbud, em 2002, em Moema, zona sul da cidade, o Farabbud é uma homenagem a Suahad Farah e Emílio Abbud. A tradição das famílias de descendências síria e libanesa dá corpo à cozinha do restaurante. Ingredientes de qualidade e “receitas de gaveta” compõem a fórmula de sucesso. Não faltam receitas da vovó Júlia Abbud, como o Falafel à Bulino (bolinho crocante à base de grão-de-bico e favas) e o Beirute, criação simples e engenhosa dos tios Jorge e Fauze Farah. Receitas criadas pela família e que se tornaram clássicos da culinária árabe no Brasil. Para a estreia no Sanduweek, o restaurante árabe preparou lanches típicos da capital libanesa. Os enroladinhos no pão saj são chamados de manouches ou aarouz. Facilmente encontrados pelas ruas de Beirute, há variações de queijo, espinafre, rosbife e kafta (carne moída, coalhada seca, tomate e alface). Para a categoria, “Street Food”, o Farabbud preparou o Aarouz de Falafel (R$ 18), pão saj (crocante e de massa ultrafina) enrolado com falafel, alface romana, rabanete e tomate com molho taratur (feito à base de gergelim). Na categoria “Free Style”, o Aarouz de Filé Mignon (R$ 32), que reúne iscas de filé mignon salteado no azeite e cebola, coalhada seca e molho vinagrete com sumac (tempero vermelho libanês, com um toque ácido), enrolados no pão saj, acompanhado de batatas fritas ao estilo árabe: as crinkles (onduladas) e com um toque de zahtar. Como sobremesa, o Chocolamour (sorvete de creme com bastante calda de chocolate, farofa doce e chantili docinho, R$ 19) é o campeão de pedidos. Família que dita moda e história na culinária árabe paulistana.

O Farabbud, de Moema, traz os manouches enrolados no crocante e finíssimo pão saj e acompanhados de fritas ao estilo árabe, as crinkles com zahtar: street food típico de Beirute.
O Farabbud, de Moema, traz os manouches enrolados no crocante e finíssimo pão saj e acompanhados de fritas ao estilo árabe, as crinkles com zahtar: street food típico de Beirute.

Prato tão democrático, o sanduíche já teve uma origem aristocrática. Ele só nasceu por causa de um conde viciado em cartas. Foi no século XVII, com o Conde de Sandwich. Em uma de suas partidas de carta, ele ordenou ao seu criado que fizesse qualquer coisa simples e rápida para matar a sua fome e a de seus convidados, sem que precisassem abandonar o jogo. O criado, desesperado, apanhou duas fatias de pão e uma de presunto e serviu. O conde – muito sábio e ocupadíssimo – nunca mais jantou. Nem os fãs pelo mundo afora. O que o conde jamais poderia prever é que hoje aquelas duas simples fatias de pão dariam origem a infinitas receitas, tamanhos e formatos.

Restaurante traz filosofia da calma e tranquilidade por meio da alimentação

Com uma cultura tradicional de equilíbrio e cultivo de boas energias o Japão é um dos países que mais valorizam os momentos de alimentação tendo em vista que o que você como e como você come afeta diretamente o bem estar físico e emocional. Com o objetivo de oferecer uma experiência sensorial única, os empresários Luizinho Hirata, conhecido como um dos grandes responsáveis pelo sucesso do pioneiro restaurante KOI; e Tito Capobianco, sócio da empresa de criação de peixes GeneSeas; se uniram para criar o restaurante TATÁ Sushi & Noodle Bar.

Localizado em uma movimentada região do Itaim, o novo espaço nasceu inspirado pela tartaruga, cujo significado de força, perseverança e longevidade podem ser vistos tanto no conceito da alimentação tranquila e equilibrada quanto na estrutura da casa de 92 lugares separada em três ambientes com projeto por Beto Galvez e Nórea De Vitto e paisagismo por Alex Hanazaki. Logo na entrada, um deck com Tijolo de Hitam obtidos pela extração de lava vulcânica, bambus negros e cascata de água trazem fluidez, purificação e relaxamento.

restaurante japonês TATÁ (1)

O primeiro espaço interno traz um pé direito alto decorado com lustres de papel arroz com luz suave e difusa para dar aconchego e impacto. É nele que está o tradicional sushibar aberto onde serão preparados as variedades de sushis e sashimis e os combinados (fatias de sashimi com variedades de peixes e frutos do mar). Destaque para Yellow Tail com jalapeños, um raro peixe típico do Japão em uma combinação de sabores picantes. Uma novidade é que a casa vai oferecer dois formatos de Temakis. Poucos sabem, mas a famosa iguaria que invadiu o Brasil nasceu completamente diferentes dos de hoje. Os rolinhos de alga eram feitos em formas de charutinhos para que o sushi pudesse ser saboreado mesmo sem os hashis. Chamados de “Tokyo Temaki”, no Restaurante Tatá, a novidade – pelo menos para os brasileiros – é oferecida em 13 sabores diferentes, assim como os já amados em formato de cone.

No segundo ambiente, decorado com um painel de lambe lambe inspirado no fundo do mar com tartarugas que faz fundo para os sofás, está o balcão fechado com vidro onde os noodles são preparados na frente dos clientes. São quatro tipos diferentes com destaque para o Spicy Lamen Tatá feito com vieira, camarão e lula em caldo picante. Outro destaque fica a cargo da Merluza Negra que vem marinada em uma mistura especial de missô.

restaurante japonês TATÁ (3)

Os dois ambientes foram tratados com elementos de madeira nas paredes enfatizando a beleza das formas geométricas e biombos nas pontas fazendo as vezes de divisória. Feitos com finas barras de bambu deram aconchego e permitem a passagem de luz natural. Os balcões tem os mesmos acabamentos com a frente revestida com pedra hijau verde clara de origem vulcânica e importada da indonésia e tampos de madeira.

Outra curiosidade é que os cardápios são produzidos com um papel sintético feito plástico descartado pós-consumo, o que garante maior durabilidade além consumir menos água e tirar o lixo plástico dos aterros sanitários, mares e oceanos.

Os dois sócios, que se intitulam ‘peixeiros profissionais’ se propõem a oferecer o que há de melhor e mais fresco sempre, com o máximo de aproveitamento. A trilogia de Zenzais, por exemplo, será focado nos ingredientes frescos do momento, uma forma de surpreender o paladar.

O TATÁ Sushi & Noodle Bar está na João Cachoeira, 278, Itaim, São Paulo e o telefone para reservas é (11) 3078-2006. Maiores informações: www.tatasushi.com.br.

5º Festival de Cerveja Artesanal tem entrada gratuita

5º FESTIVAL DE CERVEJA ARTESANAL ESTÁ CHEGANDO

Cold beer glass on the bar table.
Evento com entrada gratuita acontece no Memorial da América Latina, dias 03 e 04 de setembro

O primeiro final de semana de setembro promete! O que? Lazer, descontração e muitos estilos de cerveja artesanal para quem é fã dessa bebida. E para quem ainda não é também, pois terá uma excelente oportunidade de experimentar diversas marcas e descobrir as preferidas. E o mais legal: dá para passar o dia todo no evento que também conta com uma grande variedade de pratos salgados, doces e outras bebidas, e até espaço Quick Massage para relaxar. Quer levar crianças? Pode levar: tem área  Kids (cada atração custa R$ 6,00 e o combo com quatro ingressos sai por R$ 20,00) e fraldário. Pets? Também são bem-vindos no Memorial da América Latina, local de fácil acesso por transporte público (estação de trem e metrô Barra Funda a cinco minutos e pontos de ônibus pertinho), bike (ciclovia no canteiro central da Av. Auro Soares de Moura Andrade e bicicletário ao lado do portão 9) e carro (estacionamentos pagos nos portões 4 e 15). Mas lembre-se: depois de beber, não dirija, o metrô está logo ao lado.

Mea Culpa - Ira, Gula, Vaidade e Luxúria
Mea Culpa – Ira, Gula, Vaidade e Luxúria

Trinta cervejarias já confirmaram presença no evento: Colombina, Blondine, Leuven, Burgman, Freaktion, Hausen Bier, Quinta do Malte, Cevada Pura, Mea Culpa, Fifties Bier, Sapucaí, Doktor Bräu, Bier Nards, Kalango, Crazy Rocker, Caverna, Lhama Louca, 961 Beer, Hebling, Bamberg, Soft Beer, Landel, Confraria, Insana, Ravache, Madalena, Cerveja do Gordo, Donna, Cervejaria Nacional e Tatu Beer. E elas  oferecem muitos tipos de cervejas e chopps como Pilsen, Weisen, Alt, IPA, APA, Weiss, Amber Ale, Stout, Brown IPA, HopWeiss, Witbier, Imperial Porter, Blond Ale, American Lager, American IPA, Irish Red Ale, English Porter, Munich Dunkel, Bock, Imperial Stout, Witbier com camomila e sorachi ace, English Special Bitter, Kölsch, Golden, Dubbel, Golden Ale, Bohemian Pilsner, American Stout, American Wheat, Dark Lager, Natura Extra, Lager Premium, Schwarzbier, Weizenbock, Citrus, Chopp de Vinho, Stout Rock, Lebanese Pale Ale, Lebanese Imperial Stout, American Blonde, Munich Helles, Imperial IPA, Brown Porter, German Pilsner, Double IPA, Índia Pale Ale com melado de cana, Belgian Tripel, Belgian Pale Ale, Belgian Blond Ale  e Cacau Stout . Difícil escolher, hein? Mas com tantas opções você certamente vai descobrir “aquela” que vai mexer com o seu paladar.

Hausen Bier
Hausen Bier

E vale conferir as novidades do evento como o lançamento da linha de cerveja artesanal da Sapucaí, produzida com água mineral da Serra da Mantiqueira; a Luxúria, da Mea Culpa, uma Imperial Sout com 10% de teor alcoólico e adição de cacau, e a Medika Menthus, da Doktor Bräu, uma APA com hortelã. Na Leuven, as  cervejas são produzidas integralmente com malte de cevada (e trigo, na Witbier) de altíssima qualidade importado da Alemanha. Já experimentou cerveja com ingredientes do cerrado? Pois esse é o diferencial da Colombina, que vem de Goiânia (GO): as bebidas levam rapadura Moça Branca, Pimenta Bode ou castanha de Baru, entre outros. E se quiser apreciar uma cerveja premiada, é só passar na Cevada Pura e pedir a American Ipa (chopp ou garrafa) que foi considerada a melhor IPA do Brasil no World Beer Awards 2016. E tem cartão fidelidade também, exclusividade da Fifties Bier para o evento: a cada cinco chopes, o sexto é grátis.

Cevada Pura
Cevada Pura

As bebidas serão comercializadas em garrafas, copos, canecas e kits. Os copos de chopp de 300ml vão de R$8,00 a R$12,00, mas tem copos maiores (400ml, 475ml e 500ml) para quem estiver com muita sede.  Os diversos kits vêm com duas, três ou quatro garrafas long neck à escolha do cliente, acompanhados ou não de copo, com preços a partir de R$35,00. E para quem quiser degustar uma cervejinha em casa fazendo aquele charme, alguns expositores estarão vendendo canecas também.

O 5º Festival de Cerveja Artesanal, que acontece simultaneamente ao Mercado de Criadores #3 é uma realização da Art Shine Promoções e Eventos com apoio cultural da Fundação Memorial da América Latina, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Serviço

5º Festival de Cerveja Artesanal – Entrada gratuita
https://www.facebook.com/events/954800374630034/
Data: 03 e 04 de setembro
Horário: das 10h às 21h
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Estacionamento: Portões 4, 8 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9

Claude e Thomas Troisgros comandarão a cozinha do Tivoli São Paulo – Mofarrej

Tivoli São Paulo – Mofarrej traz ao Brasil projeto de restaurante pop up e Chefs estrelados assumirão a cozinha do 23º andar do hotel onde funciona até 30 de abril o Arola Vintetres, restaurante de sucesso assinado pelo chef catalão Sergi Arola aberto em 2009.

Os chefs Claude e Thomas Troisgros, Alberto Landgraf, e o peruano Renzo Garibaldi assumirão a cozinha em diferentes semanas durante o período de 9 de maio a 25 de junho, preparando jantares no formato menu degustação em sete etapas com opção de harmonização.

Alberto Landgraf. Foto: Rubens Kato
Alberto Landgraf. Foto: Rubens Kato

Quem abre a temporada em 9 de maio é o paranaense Alberto Landgraf, ex-Epice com uma estrela Michelin, cuja especialidade é cozinha naturalista-contemporânea. O chef já foi nomeado o melhor jovem chef da América Latina pela revista britânica Four e listado como um dos cinco melhores chefs brasileiros por Alex Atala. Landgraf apresenta seu menu no Tivoli até 21 de maio.

Claude e Thomas Troisgros. Foto: Tomás Rangel
Claude e Thomas Troisgros. Foto: Tomás Rangel

Muito aguardado em São Paulo, o Olympe, restaurante carioca com uma estrela Michelin comandado pelos chefs Claude e Thomas Troisgros, servirá seu novo menu no pop up de 30 de maio a 12 de junho – os paulistanos poderão desfrutar de sua gastronomia também no Dia dos Namorados. Esta será a primeira vez que pai e filho cozinham juntos na cidade, apresentando um menu em que técnicas francesas e ingredientes brasileiros caminham em harmonia sob um olhar contemporâneo.

Renzo Garibaldi
Renzo Garibaldi

Quem encerra o pop up de 16 a 25 de junho é o peruano Renzo Garibaldi, do OSSO Carnicería & Salumeria, em Lima. Especialista em carnes, o chef defende o uso das mãos ao invés de talheres por acreditar que assim nos conectamos mais com a comida.

Tivoli São Paulo – Mofarrej – Site de reservas do hotel
Alameda Santos, 1437 – Cerqueira César, São Paulo – SP
Telefone: (11) 3146-5900 | Site: tivolihotels.com

Dîner en Blan: Jantar com espírito de piquenique em São Paulo

O jantar secreto, que é um fenômeno global, o Dîner en Blanc, ocorre pela primeira vez no Brasil, em 19 de março, na capital paulista e une também com ineditismo Henrique Fogaça, Olivier Anquier e Augusto Pinto como protagonistas das cestas de piquenique gourmets oferecidas pelo evento. A celebração promete transformar a capital paulista em um ponto de encontro especial para amigos.

As tentadoras opções desenvolvidas pelo trio estão disponíveis para os convidados que quiserem adquirir na loja online do Dîner en Blanc, após o registro no site saopaulo.dinerenblanc.info/register. Entre elas, uma cesta de pães do chef Anquier, Rolinho Thay e Quiche de Shitake do chef Augusto Pinto e, do chef Henrique Fogaça, Ciabata de Pastrame e Cheese Cake de Coco com Maracujá.

Os convidados também têm a opção de preparar em casa as suas próprias cestas para degustar com os amigos ao ar livre, em um dos locais mais bonitos da cidade, com boa música, muito estilo e alto-astral. A proposta inovadora do evento é justamente que os convidados não sejam apenas espectadores, mas atuantes e construam junto com todos essa noite especial, dando o próprio toque, desfrutando dos próprios talentos natos, seja para decoração das próprias mesas, ou na elaboração das cestas e dos seus figurinos. Aliado a tudo isso, o evento tem como objetivo celebrar com a amizade e a gentileza. O DEB Internacional acontece em 20 países e nas principais cidades do mundo reúne milhares de pessoas e está entre os mais disputados do mercado de entretenimento. Em Nova York, onde recebe 5 mil pessoas, tem cerca de 30 mil na lista de espera para adquirir seus convites. Em Paris, o DEB conta com mais de 15 mil convidados.

dinerenblanc

As cestas encomendadas ainda podem ser compostas por outros itens, como: Queijos Cruzília, chocolates Ferrero Rocher, champagne Chandon, vinhos Terrazas, bolos da Casa Suíça, entre outros. Toda a compra realizada pela loja virtual será retirada pelo convidado no evento ou diretamente com o fornecedor. Champagne ou vinho também podem ser encontrados no site do evento.

Para informações e inscrição na lista de espera, acesse: saopaulo.dinerenblanc.info/register. Acompanhe as hashtags: #dinerenblanc #DEBSãoPaulo e também pelo FACEBOOK e se mantenha atualizado sobre o evento.

dinerenblanc 3