Redação

Giuseppe Mar terá harmonização inspirada em dois grandes craques do futebol

Nessa quarta, 11 de julho, tem harmonização no Giuseppe Mar em homenagem a dois grandes astros do futebol internacional.

Inspirada nas nacionalidades dos craques, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, a casa, especializada em frutos do mar que fica no VillageMall, Barra da Tijuca, prepara uma harmonização com vinhos Portugueses e Argentinos.

Será oferecido um menu em quatro etapas: Amuse Bouche, entrada, prato principal e sobremesa, acompanhados de um total de seis taças de vinhos Argentinos e Portugueses, pelo valor de R$ 168 (+12%). A harmonização acontece entre 12h e 23h.

O Giuseppe Mar – www.giuseppemar.com.br -fica na avenida das Americas 3900, piso L2 – Barra da Tijuca (VillageMall), funciona de segunda a quinta das 12h às 23h. Sexta e sábado das 12h à 00h. Domingo das 12h às 22h. Reservas pelo telefones (21) 3252-2588 ou 96745-0248.

Happy Hour da Copa no lounge e bar do Xian

O Xian, restaurante, lounge e bar, com vista deslumbrante da Baía de Guanabara prepara uma tarde especial para os torcedores do jogo Brasil que vão assistir ao jogo contra a Bélgica. Além da transmissão da partida, às 15h, nesta sexta, dia 6, a casa prepara um animado Happy Hour com DJ no terraço aberto.

xian

Os drinks são uma atração à parte. Com carta elaborada pelo renomado mixologista Rod Werner, é possível provar misturas como o “Maria Bonita”, feito com cachaça engenho D’ouro Carvalho, dedo de moça, furiake, tomatinho e manjubinha, ou o original “Aperol Morreu”, com vodka Grey Goose, aperol, espumante, gengibre, bitters e espuma de laranja.

xian

Ótima pedida para o badalo da Copa!

O Xian – www.xianrio.com.br – fica na Av. Almirante Silvio de Noronha, 365, cobertura – Centro – no Shopping Bossa Nova, ao lado do aeroporto Santos Dummont. Telefone: (21) 2303-7080.

It’s time to celebrate! #XianRio #HappyHour 📷 @mariana_pimenta_7_

Uma publicação compartilhada por Xian Rio (@xianrio) em

O que os ricos comem: porque ter dinheiro não significa comer só caviar

O que você comeria se pudesse comprar o que quisesse? Muitos ricos, milionários e bilionários tem uma alimentação muito mais simples do que imaginamos, comendo de forma mais normal que até mesmo pessoas menos bem-sucedidas financeiramente. Grande parte do orçamento das pessoas de classe média, por exemplo, é destinado para a área de alimentação, já que ela é uma das mais importantes para manter-se vivo e saudável. Além disso, a saída para ir aos diferentes restaurantes é um dos passeios favoritos de grande parte das pessoas do mundo, o que deu origem até mesmo ao termo foodie nas redes sociais. Abaixo, mostramos o que os ricos comem, revelando que mesmo com todo o dinheiro do mundo, a comida deles não é tão cara ou refinada:

Donald Trump – Tudo

Um dos bilionários mais famoso do mundo se permite a comer de tudo. Donald adora comer como a gente: um saboroso bife de carne vermelha, um prato de macarronada, um hambúrguer com batata frita e também ovos com bacon. Mesmo comendo cada uma dessas delícias calóricas, o seu médico diz que ele é o homem mais saudável a ser eleito presidente, prometendo uma vida longa ao bilionário.

ricos comem
Bill Gates. Foto: quora.com

Bill Gates – Mcdonalds

Durante vários anos, ele e sua esposa consumiram lanches do Mcdonalds. Gates, que de acordo com o Betway se tornou bilionário entre seus 26 e 31 anos, tem uma vida mais econômica que imaginamos. Até mesmo o seu colega de indústria e também bilionário Mark Zuckerberg do Facebook, o qual segundo o mesmo artigo, ficou bilionário em apenas um ano aos 23 anos de idade, já foi visto comprando um lanche do Mcdonalds. Warren Buffet, o qual também faz parte do artigo por ser o terceiro bilionário mais rico do mundo, é um ávido consumidor de comida barata do Mcdonalds.

Richard Branson – English Breakfast Chá

O grande chefe do The Virgin Group bebe por dia mais de 20 xícaras de English Breakfast, um sabor de chá tipicamente inglês e largamente vendido tanto na Inglaterra, como em outros países de língua inglesa. O bilionário disse que não importa que faça frio ou calor, esse é um hábito alimentar que ele não vai mudar, já que agora passou da casa dos 60 anos de idade.

ricos comem
Beyoncé. Foto: theladylovescouture.com

Beyoncé Knowles – Culinária Vegana

A Beyoncé é uma fã da comida vegana, já que foi ela que a ajudou a perder peso depois de sua primeira gravidez e agora na sua segunda. A culinária vegana é feita basicamente de frutas, saladas, verduras, legumes, castanhas, grãos e leguminosas. Dessa maneira, mesmo sendo milionária ela tem o hábito de comer alimentos mais simples e também superacessíveis.

Michelle Obama – Fake Pizzas

Michelle adora comer um almoço caseiro, no qual ela pega uma fatia de pão integral e colocar vários vegetais cortados em pedaços pequenos, molho de tomate e queijo para criar uma pizza falsa. Ela afirma que esse é o lanche perfeito para manter o estado mental em alerta durante todo dia, já que tanto o pão integral libera energia gradativamente, como os vegetais aumentam o poder de produtividade.

ricos comem
Khloé Kardashian. Foto: hellomagazine.com

Khloé Kardashian – Shakes de Proteína

Uma das Kardashian que sempre sofreu com o ganho de peso é Khloé, até que ela decidiu mudar essa realidade e passou a usar shakes de proteína para controlar o seu peso como também uma rotina de atividades físicas com personal trainer. Os shakes podem ajudar tanto para matar a fome, como também dar mais energia e diminuir a absorção de gordura.

Madonna – Algas

Um dos segredos da Madonna, o qual também é dos japoneses, é o consumo de algas diariamente. Ela consome diversos tipos diferentes de algas, entre eles: nori, kelp, wakame, dulse, e hijiki. O elemento presente nessas algas é o alginato, que corta a absorção de gordura, e esse é uma dos razões da artista não ter praticamente barriga ou gordura em seu organismo.

Vale ressaltar que cada um desses ricos milionários ou bilionários apresentam estilos de vida diferentes, nos quais em alguns casos exige uma alimentação mais ou menos regrada. Em todos os casos, ficou provado que gostos muitas vezes não tem nada ver com dinheiro. Ou seja ter dinheiro não significa comer só caviar, dessa maneira, é possível para qualquer pessoa se alimentar bem e de forma equilibrada, usando a gastronomia e a culinária para trazer mais bem-estar como também mais qualidade de vida.

Qual desses alimentos você achou mais interessante? Qual deles você já consome ou tem vontade de consumir? Ficou impressionado com alimentação dos bilionários que adoram o Mcdonalds? Ou como a Madonna mantém a forma com uso de algas? Se inspire nesses hábitos alimentares para dar uma variada no seu cardápio. Não deixe de comentar com suas opiniões e também compartilhe este artigo.

Tábuas de queijos e frios para tornar o seu inverno saboroso e aquecido

Quando chega o inverno, os alimentos mais consumidos são os que aquecem o corpo, espantando temporariamente o frio. Por isso, o Esplanada Grill lançou um menu com três opções de tábuas com queijos e frios para acompanhar uma seleção especial de vinhos do restaurante.

Esplanada Grill

Entre as novidades, está a Tábua de Queijos (R$ 47,00) – com uma seleção de quatro tipos diferentes de queijos artesanais, produzidos por produtores artesanais, e acompanhados por geleia de damasco e amêndoas torradas no sal -, a Tábua de Frios (R$ 47,00) – com uma seleção especial de quatro tipos de frios, produzidos por produtores artesanais, e acompanhada por pinolis e cornichons (pequenos picles) – e a Tábua Mista (R$ 64,00) – com uma seleção de três queijos diferentes e três frios artesanais.

Para harmonizar com as novas entradas, a sugestão do sommelier Robson Venâncio é o vinho branco do Vêneto, Nina 2017 (R$ 36,00 – a taça). Um pinot grigio com notas cítricas. Já na carta de tintos, a recomendação é o vinho do Alentejo Herdade do Sobroso Rio dos Patos 2016 (R$ 37 – a taça). Com um assemblage das uvas Shiraz, arogonês e alicante bouchet, com notas de frutas vermelhas.

Com remessas exclusivas e únicas de queijos e frios, disponíveis até quando durarem os estoques, as novidades para este mês ficam por conta do queijo de ovelha espanhol Monchego, macio e granulado; o queijo mineiro tipo Taleggio, com massa mole e gordurosa e casca firme; o queijo mineiro Cuesta Azul, feito a partir do mofo azul; o Fuet Catalan, frio espanhol feito a partir de porco preto ibérico; a Panchetta artesanal, o Salame artesanal e o Chorizo Sarta espanhol – também feito a partir do porco preto ibérico.

Esplanada Grill Ipanema
Rua Barão da Torre 600 – Ipanema – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2239-6028 / 2512-2970
Horário de funcionamento: Segunda à quinta, das 12h às 16h e das 19h à 0h; Sexta e sábado, das 12h à 1h; Domingo das 12h à 0h.

Esplanada Grill

iVegan: Delivery vegano conquista Niterói

O aplicativo de restaurantes 100% vegano que até o momento estava disponível somente para a alegria dos cariocas, faz sua estreia em Niterói e para festejar traz, entre os dias 22 e 24 de junho, pratos veganos a partir de R$10,00 e outros com descontos especiais nos restaurantes cadastrados na plataforma.

Delivery vegano

Além das funcionalidades de geolocalizacão e delivery, o iVegan possui uma busca avançada por ingredientes, que também filtra por pratos orgânicos, sem açúcar, sem glúten e/ou ainda por um prato ou ingrediente específico. Mais fácil impossível!

A plataforma foi desenvolvida de forma que também se desse visibilidade aos restaurantes que buscam atender a esse nicho do mercado. E além do serviço de delivery também é possível encontrar os restaurantes cadastrados que possuem a opção vegana. Em Niterói, o número de restaurantes cadastrados vem crescendo. O primeiro parceiro na cidade foi o açougue vegano No Bones, seguidos do Don Carlos Pizzas Goumert e do Oak’s Burritos, um mexicano recém-chegado na cidade. O Hareburger e o Viganz acabaram de habilitar o delivery e também já estão disponíveis na plataforma.

O iVegan é gratuito e está disponível na Apple Store e na PlayStore, ele já ultrapassou os 9000 downloads e já conta com aproximadamente 90 restaurantes cadastrados, dentre eles restaurantes veganos e simpatizantes, restaurantes que oferecem opções veganas em seu cardápio. Entre os pratos cadastrados estão pizzas, hambúrgueres, sushis, salgados, sobremesas, comidas típicas, caseiras e artesanais. “Atualmente, já é possível encontrar tudo em versões sem ingredientes de origem animal e nosso intuito é disponibilizar todas essas opções em uma única plataforma, levando praticidade a quem busca uma vida mais consciente e saudável”, comenta Gisele de Lucas, idealizadora do Aplicativo.

Delivery vegano

Hamburgueria árabe irá transmitir jogos do Marrocos, Egito, Arábia Saudita e Tunísia

Onde em São Paulo a comunidade árabe poderá assistir aos jogos das seleções do Marrocos, Egito, Arábia Saudita e Tunísia? No Souk Burger, hamburgueria árabe, em Pinheiros.

comunidade árabe

O Souk Burger, primeira hamburgueria árabe do mundo, localizada em Pinheiros, bairro da capital paulista, abre os braços para receber, além dos fãs do Brasil, as torcidas das seleções árabes: Marrocos, Egito, Arábia Saudita e Tunísia, durante a Copa do Mundo.

Tarik Bechara Leal, administrador de empresas e descendente de libaneses, é o proprietário do local, que tem como destaque os hambúrgueres criados a partir de ingredientes tradicionais da culinária árabe. Além dos lanches, tem um extenso menu de especialidades com sotaque no Oriente Médio, incluindo entradas, saladas, pratos e sobremesas. Entre as bebidas, as estrelas são os “Souk Drinks”, à base de arak, destilado árabe de anis. O ambiente é cool, com imagens de desertos e souks (bazares que remetem ao nome do local). “Aqui, os torcedores dos times árabes se sentirão acolhidos, são seleções simpáticas aos brasileiros, pois, apesar de não serem consideradas favoritas ao título, são aguerridas e cheias de raça. Então, torcer para elas será, além de divertido, importante”, diz Tarik Bechara Leal.

E o que comer durante os jogos do Egíto? X-Salah!!! Uma homenagem ao craque egípcio Mohamed Salah. Bem ao estilo fusion, o lanche vem com duplo burger de kafta (150g cada, totalizando 300g), duas fatias de queijo estepe, crispy de cebola, alface, tomate e maionese de zaatar (condimento típico do Oriente Médio) no pão brioche, R$ 34.

comunidade árabe
O Kibechara vem com quibe cru acompanhado de coalhada seca, homus, babaganuche, cebola grelhada e fatias de pão sírio
comunidade árabe
O KFT é feito de hambúrguer de kafta com chutney de tomates, creme de queijo trufado, rúcula e maionese de ervas no pão de brioche com amêndoas
comunidade árabe
O Classic tem hambúrguer de carne de boi da raça Angus, onion rings, bacon, picles de pepino da casa, cheddar inglês, tomate, alface e maionese rústica de alho negro no pão de brioche
comunidade árabe
O Souk Burger é um hambúrguer de quibe, cebola caramelizada, tabule, queijo prato e maionese de tahine no pão de brioche com cardamomo

E as novidades não param por aí! Nos dias de jogos do Brasil ou dos países árabes, a casa também irá trabalhar com Double Drink. A promoção é válida para drinques clássicos, como Caipirinhas, Gin Tônica Clássico, Aperol Spritz, Negroni, Cosmopolitan e Mojito, e também, os Souk Drinks, como Ginga, Bacon Mary (o blood Mary do Souk, servido com uma fatia crocante de bacon e um toque de zaatar, R$ 28), Lime’n’Lebanon (arak, limão siciliano, abacaxi e syrup, R$ 30), Mint Arak (Arak, hortelã, limão açúcar e água com gás, R$ 30), Caipirak Ginger (Arak, limão siciliano, limão tahiti e gengibre, R$ 30), Caipirak Sweet (Arak, morango, melancia, kiwi e hortelã, R$ 30).

Confira a lista dos jogos:

ARÁBIA SAUDITA X RÚSSIA – 14 DE JUNHO, 12H
EGITO X URUGUAI – 15 DE JUNHO, 9H
MARROCOS X IRÃ – 15 DE JUNHO, 12H
BRASIL X SUIÇA – 17 DE JUNHO, 15H
TUNÍSIA X INGLATERRA – 18 DE JUNHO, 12H
EGITO X RÚSSIA – 19 DE JUNHO, 15H
MARROCOS X PORTUGAL – 20 DE JUNHO, 9H
ARÁBIA SAUDITA X URUGUAI – 20 DE JUNHO, 12H
BRASIL X COSTA RICA – 22 DE JUNHO, 9H
TUNÍSIA X BÉLGICA – 23 DE JUNHO, 9H
ARÁBIA SAUDITA X EGITO – 25 DE JUNHO, 11H
MARROCOS X ESPANHA – 25 DE JUNHO, 15H
BRASIL X SÉRVIA – 27 DE JUNHO, 15H
TUNÍSIA X PANAMÁ – 28 DE JUNHO, 15H

Souk Burger – www.instagram.com/soukburger
Rua Mateus Grou, 182, Pinheiros – São Paulo
Telefone: (11) 3062-4674
Funciona de terça a sexta, das 12h às 23h; Sábado, das 12h à 0h. Domingo, das 12h às 23h
Estacionamento na Rua Mateus Grou, nº 109 (convênio no período do almoço em dias de semana)

Publicado originalmente em www.embarquenaviagem.com

Qual a diferença entre requeijão e cream cheese?

Os estágios da produção do requeijão e do cream cheese são parecidos, porém, a adição de ingredientes faz toda a diferença.

O requeijão é um produto criado no Brasil Colônia. Ele possui sabor leve, mas é mais líquido e salgado do que o cream cheese, é muito utilizado como acompanhamento de pães e biscoitos, e costuma ser incluído nas receitas a fim de deixá-las mais cremosas, como tortas salgadas, por exemplo, tão tradicionais na culinária mineira.

Já o cream cheese, foi criado em Chester (EUA), em 1872, quando um produtor de leite tentava reproduzir o queijo francês neufchâtel, ele possui uma grande concentração de creme de leite e uma consistência mais densa. No Brasil, também se tornou um ingrediente conhecido nos rodízios de comida japonesa. Por ser mais denso e menos salgado, o cream cheese possui um leque de receitas maior que o requeijão.

cream cheese

O Cream Cheese é um ingrediente famoso nos Estados Unidos que vem ganhando espaço no mercado brasileiro. Chegou por meio da culinária japonesa e agora conquista a gastronomia em restaurantes, pizzarias e docerias. Por tudo isso, o Laticínio Scala, uma das maiores empresas do ramo conhecida pela qualidade, acaba de lançar sua própria versão do produto: o Cream Cheese Scala.

“O Cream Cheese vem ganhando espaço na culinária brasileira pela sua praticidade e versatilidade no preparo das mais variadas receitas desde as pizzarias, as casas de culinária japonesa, até as mais elaboradas receitas de tortas e sobremesas. Esse produto proporciona benefícios a pessoas que precisam ficar atentas a pressão arterial e doenças cardiovasculares, por possuir menos sódio e gordura saturada do que seus produtos substitutos.”, defende Marco Antonio Barbosa, Gerente de Marketing e Vendas da Scala.

cream cheese

Mondial de la bière de Montreal – 2018

Por Rosane Rodrigues de Montreal-CA

A cerveja é uma das bebidas mais populares no mundo. Desde 6000 aC, a cerveja faz parte das celebrações, alegrias e também martírios. A bebida fermentada artesanal é a atração principal do Mondial de la bière 2018, em Montreal, no Canadá, um evento tradicional e que reúne os principais produtores, degustadores e cervejeiros dos quatro cantos do mundo e acontece entre os dias 6 e 9 de junho. O Mondial é uma tradicional passarela na qual as cervejas são atrações e com expectativa de público de mais de 150 mil pessoas. É um oportunidade para uma marca ganhar fama e virar cult entre os apaixonados pela breja, cerva, birra, bujeca, jola, buja, surbia, loira gelada ou cerveja. No Mondial, mais de cem novas bebidas dos Estados Unidos, Alemanha, Bélgica, Noruega, Holanda, Itália e Suíça vão ser lançadas. No total, vão ser quase 600 opções e o destaque fica por conta das brands canadenses e do Brasil. Os cervejeiros brasileiros vão levar mais de 30 rótulos para o festival e as marcas cariocas se destacam.

Mondial de la bière

A Cervejaria Overhop do Rio de Janeiro participou pela primeira vez do Mondial de Montreal em 2017 depois de ganhar 2 medalhas de ouro na versão carioca do festival em 2016, com uma American IPA, a Overhop Hazy, e a Overhop Darkhop de estilo Black IPA. Para este ano, a cervejaria vem com um quiosque próprio e vai oferecer degustação de 13 cervejas. “ Vamos ter 2 lançamentos nossos com a OverLab Qcascade (7,0% New England IPA ), que usamos lúpulos do Quebec (província do Canadá), e a MadManu, uma American Blonde ALE 5,0% , inspirada na minha filha! Além disso, temos as marcas colaborativas com cervejarias do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Toronto e Montreal no Canadá e Helsinki na Finlândia com criações originais com frutas tropicais como cupuaçu, maracujá e limão. Vamos ter também ainda 2 opções de cerveja sem glúten e a presença do Café Zezin, que trará salgadinhos brasileiros como coxinha, pão de queijo e empada. Eles também criaram um brownie que leva nossa DarkSour na receita.”, explica Paty Rios, uma das sócias da Overhop.

Com misturas inusitadas com frutas do norte e nordeste do Brasil, a RockBird Craft Brewery também do Rio de Janeiro vai mostrar no evento, primeiro internacional da marca, 4 cervejas. Uma delas é a Taperebá Brasilien Weisse, que ganhou a Medalha de Ouro no V Concurso Brasileiro de Cervejas/2017 na categoria Brazilian beers  com frutas e tem 3.8% de teor alcoólico. “A cerveja Taperebá Brasilien Weisse é inspirada em um estilo clássico alemão que preza pelo baixo teor alcoólico e acidez pungente: Berliner Weisse. A adição da fruta brasileira traz uma singularidade que considero um grande diferencial. A cerveja não pode ser adocicada pois respeitamos bastante o estilo base”, afirma Afonso Dolabella, sócio da cervejaria.

Já a Cabeça de Dragão, cervejaria de Nova Friburgo, região serrana do Rio, vai oferecer a Mountain Jam, cerveja com 6% de teor alcoólico e no estilo American Pale Ale. “Equilíbrio. Essa palavra define muito a nossa receita. Com Dryhop – processo no qual há a adição de lúpulo à cerveja durante o período de fermentação – do lúpulo americano Citra e quatro maltes diferentes, o resultado final foi uma alta drinkability, cor acobreada, amargor gentil e notas cítricas e florais no aroma.”, celebra Ugo Perrota, um dos sócios da cervejaria e que vai participar pela primeira vez de um evento internacional.

Mondial de la bière
Gaspar Family Brew

Além de servir como vitrine para expor novos sabores e estilos, o festival tem um concurso para premiar as melhores cervejas artesanais do mundo.  Outra brand carioca que vai participar da festa é a Gaspar Family Brew. A familiar cervejaria vai apresentar 3 rótulos, entre eles o da Gasparator com 8, 3% de teor alcoólico e notas de caramelo e toffe. “Eu acredito que a Gasparator tem tudo a ver com o Canadá. A complexidade de aromas, o corpo alto e licoroso e a potência alcoólica combinam muito bem com um clima mais frio. Esperamos que este rótulo caia no gosto dos canadenses e que possamos voltar várias e varias vezes ao país para brindar”, comenta Tomás Gaspar, sócio da marca .O evento vai ter uma edição francesa em junho e o Mondial de la bière Rio de Janeiro 2018 acontece entre os dia 5 e 9 de setembro, no Pier Mauá.

Mondial de la bière de Montreal – 2018

data 6 a 9, de junho de 2018

horário: das 12h00 às 23 horas.

endereço: Centro de Convenções Palais des Congrès- Montreal- Canadá

entrada franca e cupom de degustação: 1 CAD (dólar canadense).

Site do evento: festivalmondialbiere.qc.ca/fr/festivals/mondial_de_la_biere_montreal_2018

Cervejaria artesanal Daoravida

A cervejaria artesanal Daoravida, que existe há dois anos, conta com mais de dez rótulos diferentes da bebida, premiações e parcerias internacionais.

Criada por Wagner Falci e Michele Gimenez, a Daoravida – lançada em novembro de 2015 pelo clube de cervejas Hop Hunters – conta com 10 rótulos de cervejas e três premiações: melhor cerveja no estilo California Common com a Commonzinha no Festival Brasileiro de Cerveja 2017, em Blumenau (SC), medalha de prata na categoria brasileira do estilo Black IPA, com a cerveja {78}, no World Beer Awards 2017, na Inglaterra e um certificado internacional de excelência também com a {78}, no Brussels Beer Challenge, na Bélgica.

Além disso, no ano passado, a Daoravida produziu a colaborativa AKAYÁ, com a cervejaria italiana Birrificio Del Ducato, uma das mais premiadas da Itália. A cerveja foi lançada durante o Mondial de La Biere aqui no Brasil e vendida nos principais Pubs italianos.

Os sócios-fundadores da marca afirmam que o interesse pela cerveja artesanal aconteceu em um bar e aumentou depois de uma viagem pela Europa. “Estávamos tomando cerveja em uma tarde, quando pedi para o garçom trazer um tipo especial que estava no cardápio. Era sabor bacon e quando provei fiquei super intrigado”, conta Falci. “Logo depois, tínhamos uma viagem marcada para Europa com amigos e aproveitamos para provar as cervejas artesanais de vários países. Ali a paixão por esse mundo se instalou dentro de nós”, acrescenta Michele.

Em 2013 começaram a fazer cerveja em um apartamento de 50m² que moravam na época e ficaram surpresos com o sucesso da bebida entre seus colegas. A partir de então, o casal passou a produzir com mais frequência em uma casa maior que pertencia a família Stênico, amigos que, além de disponibilizarem o local, passaram a ajudar na produção. Em 2015, a Daoravida entrou para o mercado dos amantes da cerveja artesanal e atualmente é uma cervejaria por contrato, mais conhecida como cervejaria cigana, e produz cerca de 5 mil litros de cerveja por mês.

Cervejaria artesanal
Michele Gimenez

Desde a ocasião, Michele e Falci conduzem a marca com os Stênicos, sócios da DaoraVida. Ricardo, conhecido como Dida, é o filho mais velho, que além de sommelier de cerveja também é formado em tecnologia cervejeira, ambos pelo Instituto da Cerveja em São Paulo. Ele está presente nos eventos e participa diretamente do planejamento estratégico da cervejaria. “Para mim, a experiência de fazer parte de uma cervejaria é como ser pai, a gente se preocupa muito em fazer o nosso melhor, quando alguém elogia é super gratificante, mas quando criticam, pensamos em como melhorar”, conta Dida.

Entre os principais estilos da marca estão a Minine (Juicy Session IPA), {78} IBA (India Black Ale), Labirintite (inspirada no estilo Belgian Tripel), Commonzinha (California Common), entre outras que apesar de extremas, possuem um equilíbrio entre seus ingredientes “Buscamos produzir cervejas equilibradas, com grande ‘drinkability’, o que agrada bastante gente”, explica Michele.

Toda cerveja da marca tem uma história particular. A primeira criada pela dupla existe até hoje e é chamada Lollihop (American Amber Ale). O nome é um trocadilho de lollipop, por suas notas carameladas combinado com a citricidade dos lúpulos americanos (hop em inglês), que seguiu como base os processos de fabricação lidos por Wagner no livro do americano John Palmer, que foi como começou aprender a fazer a bebida. Já a Labirintite foi produzida por Michele com a assistência de Wagner pelo telefone, que precisou ir às pressas para o hospital acompanhar sua mãe, que estava com crises de labirintite.

Cervejaria artesanal
Wagner Falci

Wagner afirma que a diversão no processo de produção não pode faltar. “Apesar da marca não ter surgido com o propósito de negócio, hoje em dia ela cresceu tanto que se tornou um empreendimento e levamos isso muito a sério. Trabalhamos duro, mas nunca perdemos a diversão e a vontade de fazer com muito carinho”, comenta.

Daoravida está presente nos principais bares cervejeiros do país e segue com o propósito de disponibilizar cervejas das mais variadas categorias e de grande qualidade para os apreciadores da bebida, contribuindo para alavancar o mercado da produção artesanal de cerveja do Brasil.

Xian terá Guest Bartender com drinks especiais a partir de R$ 22

No dia 31 de maio, quinta-feira, além do feriadão no Rio de Janeiro, quem estiver pela cidade tem mais um motivo para comemorar, pois vai acontecer o Guest Bartender, evento incrível realizado pelo Xian Rio – Restaurant & Nightclub – www.xianrio.com.br.

O convidado de Rod Werner, homem de bar residente do Xian, será Ricardo Nava, do México, em seu primeiro guest no Rio de Janeiro. Com 12 anos de experiência na indústria da hospitalidade e bebidas, trabalhando em todos estilos de locais, de cafés especiais a bares de cocktails, restaurantes e clubes, Nava – embaixador do gim inglês Bombay e da vodka francesa Grey Goose para toda América Latina –  comanda, há 3 anos, o Licoreria Limantour, 14º melhor bar do mundo de acordo com o ranking internacional do World´s  50 Best Bars e fará uma noite de intercâmbio de experiência no mundo dos coquetéis.

xian

Rod Werner Ricardo Nava, juntos, comandarão uma noite especial com coquetéis autorais inéditos. Cada um criará três drinks de assinatura especialmente para a ocasião. Cada drink custará R$ 22 e a base dos coquetéis será vodka Grey Goose.

O GuestBartender acontece no próximo dia 31 de maio, quinta-feira, a partir das 19 horas no Xian (Av. Almirante Silvio de Noronha, 365, cobertura – Centro – Rio de Janeiro). O restaurante possui acesso para deficientes físicos e área para fumante. O telefone para maiores informações e reservas é o (21) 2303-7080.

Kurumã promoveu “Take Over” para lançar seu terceiro rótulo, Tarsha

Take over é um termo usado no sentido de assumir ou controlar algo. É bastante usado em contextos de negócios, quando uma empresa compra outra e assume os negócios, ou nas redes sociais, quando uma outra pessoa toma conta de seu Instagram, por exemplo. E foi o que os sócios da Kurumã fizeram. Por dois finais de samana “assumiram” 19 pontos de venda da cerveja espalhados pelo Rio de Janeiro e Niterói para divulgar o lançamento do terceiro rótulo da cervejaria carioca, a American IPA Tarsha.

O roteiro do “Kurumã Take Over” passou pelo Mestre Cervejeiro e Jacu Maltes, ambos no Flamengo, na Birreria e no Alice Bar em Botafogo, no Melhores Cervejas do Mundo em Copacabana, Lamas BrewShop no Centro e na Drunk Trunk que fica na Tijuca. Visitou a Barra da Tijuca controlando as torneiras da Birra Bar Barra, BeerJoe, Enigmalte e Brewteco. Em Jacarepaguá, a Fábrica Nômade e o Tio Ruy participaram da ação, assim como o Growler 2 Go no Recreio. Boteco do Raoni no Grajaú, The Brew Store no Meier, Blend Tabacaria em Seropédica também receberam esse evento muito além de um lançamento comum, e claro que Niterói não ficou de fora, a Dona Cevada e o Armazém São Jorge recebeu a equipe Kurumã no dia do lançamento, que contou com degustações guiadas e promoções.

Embora uma IPA – tradicionalmente uma cerveja mais amarga, mais afeita, digamos, à paladares apurados –, Tarsha não se afasta em momento algum do conceito de alto drinkability que a Kurumã investiu, com sucesso, em seus dois primeiros rótulos – Kariauc, uma Belgian Ale, e Araya, uma Brown Ale.

“Apostamos em uma IPA não por ser uma cerveja de apelo comercial, e sim para que a Kurumã, há um ano e meio no mercado, ganhe robustez em seu portfólio. Esse é um estilo bastante difundido, mas existe uma percepção de que todas as cervejas são fortes, amargas. Tarsha vai por outro caminho.”, diz Homero Neto, sócio-diretor da Kurumã.

Tanto é verdade que os seus índices de IBU (45) e ABV (5,2%) estão entre os menores se comparados às IPAs de maior apelo no mercado. Tarsha vem com um amargor equilibrado, a partir da utilização de quatro lúpulos voltados para o frecor – sendo Azacca e Amarillo no Dry Hoping.

A Tarsha é uma American India Pale Ale que se destaca pelo amargor médio e persistente assim como pelo seu aroma herbal bem presente. “O aroma, cítrico, vai certamente deixar o público com gostinho de quero mais”, aposta Homero.

Criada em 2016 com o sonho de propagar a cultura cervejeira para o Mundo, a Kurumã nasceu no Rio decidida a mostrar ao mercado uma Cervejaria com o foco no alto drinkability independente do estilo, e expor a verdadeira essência de se tomar uma boa cerveja que agrada não só os consumidores assíduos quanto os iniciantes.

Cervejaria Kurumã – cervejariakuruma.com.br
Contatos: pelo telefone/whatsapp (21) 97174-5355 ou e-mail homero@cervejariakuruma.com.br
Instagram oficial: www.instagram.com/cervejariakuruma

A KARIAUC – uma Belgian Ale bem equilibrada e a ARAYA – uma Brown Ale com toques de caramelo, se juntam a TARSHA. Foto: Eduardo Madeira

Circuito do Vinho acontece no tradicional Tijuca Tênis Clube

Depois de 1 ano – Circuito do Vinho está de volta na Zona Norte abrindo a Temporada Outono/Inverno no Rio de Janeiro. Vinhos, gastronomia e música ao vivo dão o tom da edição que acontece no tradicional Tijuca Tênis Clube.

Circuito do Vinho

O evento terá uma estrutura de feira em que serão oferecidas pequenas provas para que o público possa degustar e conhecer o vinho que é comercializado em taça ou garrafa, com valores super acessíveis. As taças vão custar a partir de R$ 10,00.

O evento terá um formato familiar que busca integrar amigos e familiares: “Pensamos em um evento que combinasse acesso, variedade, informação e bom preço. O Circuito nasceu para falar com todo mundo que gosta de vinho, sem exceção”, conta Renatha Brasil, idealizadora do Circuito do Vinho. A diversidade já é marca registrada do Circuito que vem cada vez mais conquistando o mercado carioca, mostrando que é possível sim democratizar o vinho.

Espaço kids e Responsabilidade ambiental

Nesta edição, o evento contará também com espaço kids, um espaço para as crianças curtirem enquanto os pais fazem seu tour pela feira e degustam seus rótulos preferidos.

A parceria com a empresa Meu Copo Eco permanece nessa edição do evento. uma campanha de consumo consciente e ambientalmente responsável por meio de reutilização de copos. O evento visa uma forma de diminuir o uso de descartáveis utilizados no evento, fornecendo taças em sistema caução, onde a pessoa adquire a taça pelo valor de R$ 6,00 e copos a R$ 5,00 para utilizar durante o evento, e ela tem a opção de devolver no final e pegar seu dinheiro de volta ou levar para casa como lembrança do evento.

Complementando a plataforma de responsabilidade ambiental, o evento também tem a parceria com o Instituto Libertas que promoverá o recolhimento de Óleo vegetal dentro do evento. A ação é realizada em parceria com a Disque Óleo, chancelada pelo INEA (Instituto Estadual do Ambiente) e o PROVE (Programa de Reaproveitamento do Óleo Vegetal).

Circuito do Vinho – Temporada Outono/Inverno
ENTRADA FRANCA – www.circuitodovinho.com.br
Classificação livre – Vendas de bebidas Alcoólicas para maiores de 18 anos.
ENDEREÇO: Tijuca Tênis Clube – Rua Conde de Bonfim, 451 – Tijuca
DATAS E HORÁRIOS:
Sexta-feira 25/05 das 18h às 22h horas
Sábado 26/05 e domingo 27/05 das 15h às 22 horas
Música ao Vivo todos os dias.

Circuito do Vinho