Gruta de Santo Antônio: uma verdadeira viagem para Portugal

Do Rio de Janeiro para Niterói é bem rapidinho, são menos de 20 minutos, mas depois de cruzar a Ponte Rio-Niterói ou atravessar de barca, quando você chega no tradicional restaurante Gruta de Santo Antônio, no bairro Portugal Pequeno, o tempo parece parar diante das delícias da terrinha.

O Pastel de Nata de bacalhau do chef Alexandre Henriques, a entrada da Gruta e o bolinho bacalhau
O Pastel de Nata de bacalhau do chef Alexandre Henriques, a entrada da Gruta e o bolinho bacalhau

A Gruta de Santo Antônio desde 1977 atrai visitantes de todas as partes do País, no comando da cozinha a querida e carinhosa Dona Henriqueta Henriques e o chef Alexandre Henriques, as estrelas da cozinha portuguesa de Niterói, que servem mais de uma tonelada por mês de bacalhau, entre outros frutos do mar, além é claro, de outros pratos clássicos da gastronomia portuguesa.

Lombo extra, levemente assado no forno com a própria gordura do peixe - o mais macio de todos -, acompanhado por cebolas e batatas ao murro. E o Carpaccio de Vieiras. Fotos Bruno de Lima
Lombo extra, levemente assado no forno com a própria gordura do peixe – o mais macio de todos -, acompanhado por cebolas e batatas ao murro. E o Carpaccio de Vieiras. Fotos Bruno de Lima

Especialidades como o Bacalhau a Lagareira – um suculento lombo assado no azeite virgem, cozido em molho de alho e servido com batatas ao murro, o espetacular bolinho de bacalhau recheado com queijo Serra da Estrela e o especialíssimo Bacalhau do chef, no qual o peixe é cozido em fogo baixinho, na própria gordura e com colágeno, e chega a mesa desmanchando ao toque do garfo são algumas das obras primas desse templo da gastronomia portuguesa. Antes de começar sua viagem gastronômica pela terrinha, peça o delicioso pastel de nata de bacalhau para já entrar no clima e levantar voo. Para harmonizar, a carta de vinhos da casa é muito boa, com rótulos especiais. Na minha mais recente visita, pedi a indicação do querido chef Alexandre Henriques e ele selecionou dois vinhos incríveis.

gruta-de-santo-antonio-1

O restaurante por si só faz você viajar no tempo, pelas paredes fotos e outras lembranças marcam a história da família que se iniciou no Brasil em 1968. O nome “Gruta de Santo Antônio” foi uma homenagem ao santo de devoção do falecido marido da Dona Henriqueta, o Sr. Agostinho. Quando chegou ao Brasil, a jovem Henriqueta passou a cortar tecidos e fazer modelos para a alta sociedade de Niterói para ajudar o marido a sustentar a família. Naquela época, por mais que tivesse aprendido desde pequena os truques e as receitas da culinária portuguesa com a mãe e a irmã, era Agostinho quem tinha a fama de bom cozinheiro, comandando a Pensão Europa, um pequeno restaurante no Centro de Niterói, que lembrava as típicas pensões portuguesas. O negócio prosperou e eles decidiram abrir a Gruta de Santo Antônio, mas dois anos depois Agostinho faleceu. Dona Henriqueta precisou de muita coragem para assumir o negócio da família. Ao longo de pouco mais de trinta anos, ela transformou a Gruta de Santo Antônio em referência de boa comida portuguesa e cativou não só os gourmands, mas fez fama em todo Brasil.

Outras delícias da Gruta: Bacalhau Gruta Assado, Moqueca de camarão VG, Sashimi de Atum e Moqueca de Cherne. Fotos Bruno de Lima
Outras delícias da Gruta: Bacalhau Gruta Assado, Moqueca de camarão VG, Sashimi de Atum e Moqueca de Cherne. Fotos Bruno de Lima

O chef Alexandre Henriques é um cozinheiro inquieto e está sempre em busca de novidades, sua prioridade é agradar aos mais exigentes paladares, e para deleite dos clientes da Gruta de Santo Antônio, ele criou uma nova versão para o tradicional pastel de natas, tornando a sobremesa ainda mais especial. Acrescentou Nutella ao recheio e criou uma receita que junta a nata normal com o conhecido creme de avelã e chocolate. O novo pastel tem a típica massa folhada, uma camada de Nutella e o creme de nata por cima antes de ir ao forno. Ele chega na mesa com um estalar delicioso na massa e um recheio incrível.

Pastel de Nata com Nutella (Foto da esquerda: Bruno de Lima | Foto da direita: Eduardo Madeira).
Pastel de Nata com Nutella (Foto da esquerda: Bruno de Lima | Foto da direita: Eduardo Madeira).

A dica aqui é muito simples: feche com chave de ouro pedindo o pastelzinho de nutella, ou o “pijaminha”, o trio de deliciosos doces lusitanos: pastel de Nata, rocambole de laranja e toucinho do céu – um bilhete de ida direto para as mais tradicionais docerias portuguesas.

Sorvete de Belém para o céu com o trio “pijaminha”. Fotos Eduardo Madeira
Sorvete de Belém para o céu com o trio “pijaminha”. Fotos Naira Amorelli

Se você ficou curioso e quer experimentar essa viagem à terrinha, visite a Gruta de Santo Antônio. Ela fica na Rua Silva Jardim, 148 – Ponta da Areia em Niterói, funciona de domingo a quarta e feriados de 11h30 às 16h30 e de quinta a sábado de 11h30 às 22h30, também possui uma primorosa seleção de vinhos que compõem o cardápio (320 rótulos e mais de 3000 garrafas, entre eles os melhores vinhos portugueses).

Gruta de Santo Antônio – www.grutadesantoantonio.com.br
Telefones: (21) 2621-5701 | 2613-0762

Lagostins a Bulhão Pato.

Uma foto publicada por Alexandre Henriques (@chefalexandrehenriques) em

As estrelas da cozinha portuguesa de Niterói: Dona Henriqueta e seu filho Alexandre Henriques.
As estrelas da cozinha portuguesa de Niterói: Dona Henriqueta e seu filho Alexandre Henriques.
  • Morei em Niterói por mais de 50 anos e não encontrei bacalhau e etc melhor que o de Dona Henriqueta. Há 13 anos moro no interior de SP mas próximo da capital ,onde vou com bastante frequência, e continuo procurando. Não há lugar, por mais chique que seja, que se compare à casa da Ponta D’Areia e muito menos aos sabores que eu lá encontrava. Parabéns pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *