Estrelado Kinoshita é um santuário da culinária japonesa

Viajar pra São Paulo é praticamente uma atividade cotidiana para mim, e aproveitar a gastronomia riquíssima da cidade é mais que uma obrigação. Uma das minhas mais recentes visitas a cidade me rendeu momentos curiosos e extremamente saborosos na casa do querido Chef Tsuyoshi Murakami. Hoje, vocês vão compreender um pouquinho mais da magia que acontece no Restaurante Kinoshita.

Vou contar um pouco da história do Chef Mura, como eu carinhosamente o chamo. Japonês de nascença, criado no bairro carioca da Lapa, ele aprendeu desde muito cedo os trejeitos e gírias cariocas, e até os dias de hoje podemos ver isso nele. Quando estiver conversando com ele, em seu restaurante, você certamente vai se lembrar do que está escrito aqui. Mura já cozinhou em Tóquio, Nova York e Barcelona, e de volta a Sampa, rege seu restaurante, estrelado Michelin, no elegante bairro de Vila Nova Conceição, com absoluta competência e alegria.

Logo ao chegar, ele nos recebeu com um carinho imenso e acredite, ele faz isso a noite toda. Alegria de um bom carioca e cordialidade de um bom japonês em uma só pessoa. Jantar no Kinoshita é uma das experiências mais necessárias que você deve se permitir ter quando estiver em São Paulo.

O balcão é a menina dos olhos da casa. Se você quiser uma experiência completa, com direito a um show exclusivo, eu te aconselho a reservar seu lugar por lá. Dali você pode acompanhar o passo a passo de cada prato, a sutileza no manusear dos chefs e a elegância e delicadeza na montagem de cada um deles.

Se preferir uma mesa mais tranquila, no salão a boa pedida é ficar na lateral direita do balcão, dali você pode ficar mais reservado, e ainda assim conseguir observar o movimento alegre do Chef Mura pelo salão e também assistir um pouquinho de seu espetáculo no balcão. Eventualmente ele irá até sua mesa para conferir se está tudo acontecendo de acordo com sua vontade, não estranhe, ele é mesmo uma pessoa muito atenciosa e se preocupa com o bem estar de todos os seus clientes.

Vieiras com Gema de Yamaguishi Misso e Alho Negro. Foto: Peu Reis

Com o conceito de cozinha Kappo, uma vertente da culinária japonesa que é mais sofisticada e ordenada, os pratos são verdadeiras obras de arte. Tudo é feito na sua frente com total dedicação, carinho e respeito à comida. Na casa tudo é servido em fração de segundos para que o sabor, o frescor e o perfume não se percam.

Atualmente encontramos nos restaurantes orientais uma carta só de saquês, mas aqui no Brasil, a melhor seleção fica mesmo para o Kinoshita. Se entregue a mais este prazer.

Falar sobre a saborosa comida que você vai encontrar no Kinoshita é um pouco covardia. Simplesmente não dá para dizer o que é melhor, uma vez que a gastronomia oriental é muito peculiar e geralmente as pessoas amam ou odeiam. Eu amo. E muito. Ok! Vou destacar alguns pratos que você precisa conhecer e para tentar entender do que estou falando.

Camarões crocantes. Foto: Peu Reis

Vamos começar com o Sashimi de Salmão curado com pepino e shissô que fica ainda mais saboroso depois que você adiciona o shoyu feito na casa.  Outra ótima pedida é o Lámen fresco com ovo orgânico e pancetta. Vamos combinar que você deve ter muita atenção quando esse prato chegar a sua mesa, ele vem tão quente, mas tão quente que se você distrair-se na hora de saboreá-lo, comprometerá seu paladar para o resto da noite.

Sashimi de salmão curado servido com Pepino e Shisso. Foto: Peu Reis

Claro que não poderia deixar de mencionar a grata surpresa que são as Vieiras com Gema de Yamaguishi Missô e Alho Negro. O Wagyu com Caviar e Jamon e o cordeiro grelhado com molho teriyaki também são ótimas pedidas. Para fechar a noite, seja feliz com a torta de Maçã com gelado de Canela e Gengibre.

O restaurante Kinoshita fica na Rua Jaques Félix, 405 – Vila Nova Conceição em São Paulo. Telefone: (11) 3846-7327.

Matéria publicada originalmente em minha coluna no blog do Circuito elegante.

Meca crocante com Molho Teriyaki. Foto: Peu Reis
Kafta de Atum com Pimenta siria e zatar. Foto: Peu Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *