Redação

Buscando a excelência, Harald Chocolates recebe PrêmioABT

Considerada uma grande referência na produção de alimentos e líder no mercado de chocolates industriais, a Harald Chocolates se destaca entre os principais fabricantes de chocolates e coberturas na América Latina. Com exportação para mais de 30 países, a companhia investiu em especialização de equipes e viu na aproximação com o consumidor uma maneira de melhorar as vendas e a sua participação no mercado. Com isso, cresceu mais de 20 pontos percentuais em share no mercado de coberturas entre a Páscoa de 2016 e a de 2017, segundo a KantarWorldpanel e ainda foi a vencedora na categoria Atendimento Integrado do XVII PrêmioABT, premiação realizada pela Garrido Marketing e do IBMR – Instituto Brasileiro de Marketing de Relacionamento, que valoriza as melhores práticas de relacionamento com o cliente.

O evento de premiação aconteceu no dia 23 de novembro e contou com a participação das maiores lideranças do atendimento e relacionamento do Brasil. O PrêmioABT tem como objetivos identificar, reconhecer, valorizar e disseminar as melhores práticas, desenvolvidas por empresas e profissionais que buscam a Excelência no Relacionamento com o Cliente. Foram 32 categorias.

Apesar de a Harald atuar há 35 anos no mercado, sua essência e paixão pelo chocolate nasceram há mais de 100 anos, em 1888, quando a família Neugebauer imigrou da Alemanha para o Brasil e iniciou negócios em Porto Alegre (RS) abrindo, em 1903, a primeira fábrica de chocolates no País com o sobrenome da família.

Fundada em 1982 em São Paulo, a Harald passou a contar com um parque industrial moderno em Santana de Parnaíba, onde 600 colaboradores produzem todos os chocolates da marca, que são exportados para mais de 30 países, além de serem vendidos em todo o Brasil.

Atualmente, a Harald conta ainda com 90 representantes comerciais, dois Chefs Chocolatiers, cinco Técnicos Chocolatiers e 60 Instrutores de Culinária, que realizam 3 mil cursos anualmente. Tudo para levar o melhor produto aos seus mais de 8 mil clientes: panificadoras, confeiteiros e aos transformadores de chocolate – profissionais autônomos que fazem trufas, bolos e bombons para vender.

Em um momento de crise econômica, a Harald Chocolates viu na aproximação com o consumidor uma maneira de melhorar suas vendas e aumentar sua participação no mercado. Para isso, além do tradicional serviço de atendimento ao consumidor via telefone, foram incorporados novos canais de comunicação, como o WhatsApp e os Plantões de Atendimento. A empresa já estava presente nas redes sociais, mas com pouca participação do público.

Para melhorar a percepção que os clientes tinham sobre a marca e aumentar sua fidelidade foi criado um programa de especialização das equipes de atendimento em diferentes etapas em conjunto com a empresa SC – Serviços ao Consumidor. Na estratégia, foi adotada a Cozinha Experimental, para testar receitas, desenvolver novas técnicas e experimentos culinários. A partir disso, a equipe de atendimento foi treinada para aprender sobre o uso dos produtos da empresa, novas receitas e as técnicas culinárias essenciais. Com os conhecimentos adquiridos, eles passaram a fazer parte do Programa de Apoio Técnico, que ensina e esclarece as dúvidas mais frequentes dos consumidores.

Houve uma maior aproximação com o consumidor, através da escuta ativa, consulta regular e adequação da comunicação às necessidades dos clientes. Toda a informação recolhida passou a ser aproveitada em novos formatos, como posts de Facebook, dicas presentes nas embalagens dos produtos e aulas na cozinha experimental.

No Facebook, houve um crescimento de 1.490% no alcance e de 1.300% no envolvimento da página. Desde o início do projeto, foram mais de 18 milhões de pessoas impactadas pelos conteúdos da Harald, número equivalente à população do Chile.

Além dos novos meios de comunicação, o 0800 da empresa foi reformulado e, para representar o novo momento no relacionamento com seus clientes, o SAC recebeu um novo nome e passou a ser chamado de “Casa do Consumidor”. “Estamos muito felizes com o resultado do Prêmio e também com a nossa participação no mercado brasileiro”, afirma a Gerente de Marketing da Harald Chocolates, Sheila Mattos.

Master Series reunirá no restaurante MEE três estrelas Michelin

Belmond Copacabana Palace promove Master Series no MEE com chefs dos também estrelados restaurantes Tête à Tête e Tuju. Nos dias 13 e 14 de dezembro, o menu do MEE será assinado pelos chefs Kazuo Harada, Gabriel Matteuzzi, Guilherme Vinha e Ivan Ralston.

Evento criado pelo Belmond Copacabana Palace, o Master Series já recebeu nos restaurantes Pérgula, Cipriani e MEE importantes nomes da gastronomia local e internacional. E nos dias 13 e 14 de dezembro (quarta e quinta), o chef Kazuo Harada do Restaurante MEE, recebe na casa, os chefs Gabriel Matteuzzi e Guilherme Vinha, do Tête à Tête e Ivan Ralston, que comanda a cozinha do Tuju, ambos localizados em São Paulo. Eles irão preparar um menu exclusivo de seis cursos.

Os clientes que forem ao restaurante MEE poderão degustar pratos inéditos de três chefs detentores de estrelas Michelin.

  • O Tête à Tête, restaurante premiado com uma estrela no Guia Michelin 2016 e 2017, é conhecido por uma cozinha focada no produto, utilizando a melhor matéria-prima disponível, aliada à criatividade e experiência internacional da dupla de chefs Gabriel Matteuzzi e Guilherme Vinha. Para este Master Series, os chefs irão preparar “Diferentes tipos de rabanetes, vinagrete de tâmara, purê de aboborá cabotiá com mel de borá, molho de ervas e pólen” e a “Bochecha de porco com cebolas grelhadas, pastinaca, vinagrete de carne e alface frisée”.
  • O chef Ivan Ralston é conhecido em São Paulo por seus surpreendentes experimentos na cozinha do Tuju. O jovem chef adota uma série de técnicas arrojadas e usa ingredientes menos convencionais no preparo de suas receitas. Para este Master Series, ele preparou o “Ravioli de pupunha recheado de fava verde, queijo de ovelha e bottarga” e a “Pescada do dia com purê de coco verde, banana da terra e curry”.
  • O chef Kazuo Harada, que comanda o pan-asiático MEE, complementa o menu com a entrada “Atum picante, arroz, ovas mujol, gema de codorna e nori”.  A sobremesa fica a cargo do chef de confeitaria do Belmond Copacabana Palace, Itamar Araújo, que criou o “Bolo de chá verde, algodão doce com sorvete de misso e doce de leite”.

O menu degustação do Master Series com restaurantes Tête à Tête e Tuju custa R$280,00 (mais taxas) por pessoa, e bebidas à parte. O Restaurante MEE fica na Avenida Atlântica, 1702 – Copacabana no Rio de Janeiro, e as reservas podem ser feitas através do e-mail restaurantes.cop@belmond.com ou pelo telefone (21) 2548-7070.

O Kaunta-seki é o lugar mais privilegiado do MEE, restaurante que ostenta, pelo terceiro ano consecutivo, a cobiçada estrela do Guia Michelin. Foto: Eduardo Madeira

Fim de ano: Pedro Benoliel assina buffet do Cafe de La Musique Rio

Os réveillons de arromba assinados pelo grupo Cafe de la Musique são bastante disputados, e pela primeira vez em sua história, o grupo, considerado hoje um dos principais clubs do país com casas em São Paulo, Florianópolis e Trancoso e mais de 17 réveillons espalhados pelo Brasil, se une à Hug Entertainment, de Flávio Sarahyba e Caê Mariani, para a realização de 6 festas de ano novo no Rio de Janeiro, entre a capital, Angra e Búzios – saiba mais aqui.

A festa de Ano Novo que o Cafe de La Musique está preparando na Hípica carioca contará com o sistema ‘open food’ do badalado Chef Pedro Benoliel. Jovem, de apenas 30 anos, o Chef foi responsável por sete cozinhas no Rock in Rio 2017 e está à frente do programa ‘Tempero na Mochila’, do canal Food Network. O evento contará com ceia, cocktail quente e café da manhã.

Dia 31/12: Reveillon Cafe de La Musique Rio (21h)
– Sociedade Hípica Brasileira (infos) : DJs Erick Morillo – Colômbia/USA, Voight, Etto e João Brasil. Buffet assinado pelo Chef Pedro Benoliel

Rancho Português, um espaço da “terrinha” para seu evento em solo carioca

Os planejamentos para as festas de fim de ano já estão a mil e para quem está à procura de um ambiente especial para realizar seu evento, uma ótima opção é o Rancho Português, que segue a proposta de oferecer cozinha portuguesa de mesa farta e tradicional.

Bacalhau lagareiro. Foto: Marcelo Cabral

Ao cruzar as belas portas de madeira trabalhada e entrar no casarão que fica em frente à Lagoa Rodrigo de Freitas, a sensação é de ter cruzado fronteiras e desembarcado diretamente em Portugal. O primeiro salão, batizado Sala D. João VI, conta com 78 lugares e abriga a bela adega e o bar. Já no segundo andar, chamado Sala Dom Pedro I e com 32 lugares, as peças portuguesas dividem a atenção com a vista panorâmica da Lagoa.

Na seleção de entradas, destacam-se o polvo à provençal e a porção de leves e sequinhos bolinhos de bacalhau. Entre os pratos principais, há um capítulo inteiro dedicado a receitas de bacalhau, em porção para duas pessoas. São 15 opções, sendo os carros-chefes o Lagareiro (posta de bacalhau assada com cebola, batatas assadas, brócolis, pimentão, alho, salsinha e azeitonas com caroço) e o Narciso (em postas, assado na brasa, puxado no azeite, alho, cebola, salsinha e pimentão, acompanhado de batatas ao murro).

No capítulo de sobremesas, além dos doces conventuais, incluindo o exótico Pudim do Abade de Priscos (que leva com toucinho e vinho do Porto), há rabanadas ao vinho do Porto, arroz doce e outros. O destaque fica para o doce Natas do Céu, composto por camadas de ovos moles, creme de claras e farofinha de biscoito.

Rancho Português
Gastronomia Portuguesa | www.ranchoportuguesrio.com.br
Rua Maria Quitéria 136, Ipanema – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2287-0335 | Facebook | Instagram
Funcionamento:
De segunda a quinta – das 12h às 0h30
Sexta e sábado – das 12h à 1h30
Domingo – das 12h às 23h

Consulte as condições especiais para eventos e veja todas as possibilidades que o Rancho Português pode oferecer. Recentemente, para comemorar o lançamento do boletim “Embarque na Viagem” na rádio JB FM, o Portal de notícias com foco no turismo, Embarque na Viagem, promoveu um jantar para hubs sociais, imprensa e parceiros na casa portuguesa. E pudemos comprovar que a sala Dom Pedro I é um excelente espaço para degustar toda a riqueza e o sabor dos melhores pratos da cozinha portuguesa que esperam por você em um ambiente mais reservado.

Ginger Mamut Bistrô serve chá da tarde de terça a domingo

No Ginger Mamut Bistrô, em Copacabana, é possível saborear um gostoso chá da tarde, daqueles de casa de avó! O menu é uma versão petit do café da manhã, servido nos finais de semana, com diversas opções de chás, cafés e sucos naturais. Vale levar as crianças para um dia de fuga gastronômica para se deliciar com croissants, waffles com mel e manteiga, salada de frutas, creme de pitaya, bruschettas e ovos mexidos.

Oferecido de terça a domingo, durante as tardes de primavera, o novo serviço pode ser apreciado no interior do casarão da década de 20 ou na área externa do bistrô. Há também opções de combinados que incluem bebida + bruchetta.

O Ginger Mamut Bistrô fica na Rua Tonelero, 217 em Copacabana (Rio de Janeiro) e funciona de terça a sábado das 12h até 0h e domingo das 12h até 18 horas.

Caçadora de tendências viaja o mundo em busca de novos sabores

Empresária e apaixonada por gastronomia, Dóris Abrantes viaja o mundo em busca de novos sabores e técnicas. As experiências costumam render novidades no menu da D.A Gastronomia, buffet que oferece serviço especializado para eventos há 16 anos, e que Dóris está à frente.

Dória Abrantes viaja constantemente para diversos países para conhecer de perto a culinária local, descobrir novos sabores e técnicas, aprender e trazer novidades para o buffet. Já rodou o Japão, China, Turquia, Canadá, Estados Unidos, Bogotá, Cartagena, sempre mergulhando no aprendizado da gastronomia de cada lugar, nos segredos e receitas típicas, para trazer esses conhecimentos para o Brasil.

Com a empresa estabelecida e ganhando espaço no mercado, Dóris passou a unir o útil ao agradável e visitar cidades de diferentes países do mundo para expandir seus horizontes, conhecer os temperos típicos e os segredos das cozinhas de cada região. E garante que essas imersões internacionais agregar um valor de grande importância para a empresa.

“Se você sair de casa para um restaurante qualquer em sua cidade, já vai degustar um paladar diferente do que encontra em casa. Imagina viajar para culturas diferentes. Já estive no Japão, China, Turquia, Canadá, Estados Unidos, Bogotá, Cartagena. Conheço a grande maioria dos países europeus, alguns asiáticos, o norte e o sul das Américas. Sempre procurando novos paladares e conhecimentos e trazendo para o Brasil, para as receitas da D.A Gastronomia. E isso representa um diferencial inestimável para o produto que oferecemos”, conta. E diferencial, como se sabe, é palavra-chave para o sucesso no mundo dos negócios.

Uma das novidades recentes, resultado dessas experiências e da constante dedicação ao estudo e aprimoramento na gastronomia é a criação do menu ‘Sabores do Mundo’, lançado na última edição da ICWeek, que trouxe opções clássicas de comidas do mundo inteiro.

A proposta do menu ‘Sabores do Mundo’ é oferecer sabores, cores, formas e aromas diferenciados. “Vivemos em um mundo globalizado e temos oportunidade de experimentar novos sabores todos os dias e também de viajar para ter novas experiências gastronômicas”, comenta Dóris.

Além disso, por exemplo, noivos e noivas de nacionalidades diferentes, que se conheceram através de experiências de morar fora do país ou até mesmo pela internet, podem também optar por formalizar a cerimônia de casamento no Rio de Janeiro, mas trazendo um pouquinho da identidade de seus países para a festa.

Sempre inovando o cardápio e com a missão de servir sabores, cores, formas e aromas com excelência em qualidade e atendimento, a D.A. Gastronomia proporciona aos convidados dos eventos mais badalados do Rio de Janeiro e Niterói uma viagem de sabores, seja finger food e comidinhas para coquetéis, mesas de café da manhã, almoços, jantares ou ceias.

Uma viagem à França através do Esplanada Grill Ipanema

O oeuf poché em meurette é um clássico da Borgonha (França), e estará disponível no cardápio do Esplanada Grill Ipanema até o final de novembro.

A novidade no cardápio do Esplanada Grill Ipanema é o oeuf en meurette – um caldo de carne com redução de vinho tinto, muito suculento, com legumes e um ovo perfeito (cozido por fora e com gema mole por dentro). Esse é um dos pratos típicos da Borgonha, França.

De aparência simples, mas rica em sabor, o oeuf poché em meurette é servidos de entrada, a porção traz um ovo coberto por um molho cremoso à base de vinho, reduzido por mais de três horas até chegar à consistência perfeita.

Disponível no menu da casa de Ipanema (Rua Barão da Torre número 600), a novidade conta com cenoura, alho, champignon, cebola e um ovo perfeito, que ainda acompanha uma porção de pão de alho.

oeuf en meurette estará disponível no cardápio do Esplanada Grill Ipanema até o final de novembro. A steakhouse  funciona de segunda a quinta, das 12h às 16h e das 19h à 0h; sexta e sábado, das 12h à 1h e domingo das 12h à 0h.

O Oeuf en Meurette custa R$ 57. Foto: Tomas Rangel

Petrópolis Gourmet celebra sua 17ª edição

A próxima edição do festival gastronômico Petrópolis Gourmet celebra a volta às origens, numa viagem pela história da Região Serrana do Rio de Janeiro, e 44 restaurantes revisitam a culinária do século XIX para celebrar a boa mesa.

A cidade de Petrópolis recebe, entre 11 de 20 de novembro, a 17ª edição do Petrópolis Gourmet. Este ano, o principal evento de gastronomia da Serra Fluminense contará com 44 restaurantes participantes, espalhados pelos diversos bairros e distritos do município. O tema escolhido para o festival este ano foi “De volta às origens”. A ideia apresentada, e logo abraçada pelos chefs, foi valorizar os produtos que eram consumidos na região ainda durante o século XIX, revisitando pratos que vieram para o Brasil junto com a colonização europeia.

Desta forma, nas mesas do Petrópolis Gourmet, estarão, lado a lado, os sabores que fizeram a história da região por meio da abertura da Estrada Real e as culinárias portuguesa, alemã e italiana. Para a confecção dos menus, que contarão sempre com entrada, prato principal e sobremesa, não foram listados ingredientes obrigatórios. No entanto, a condição apresentada aos chefs foi que usassem produtos existentes neste período de formação da cidade, como banana, pêssego, mel, frango, caça, suíno, embutidos, feijão, aipim, fubá, verduras e legumes.

A intenção é fazer, ao mesmo tempo, um passeio pela história e cultura da região e um resgate ao que hoje classificamos como “comida de verdade”, aquela que se encontra no quintal de casa, sem um processo pesado de industrialização por trás. “O tema é maravilhoso. Ele, em si, já traz um valor agregado, essa coisa de se valorizar a comida desde o campo até a mesa. A gente quis mostrar esse retorno à tradição da cidade na gastronomia”, comenta Samir El Ghaoui, presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, que coordena o evento.

Vários eventos paralelos acontecem durante os dez dias de festival. Entre eles, o Mercado Gourmet, montado no Shopping Vilarejo, no distrito de Itaipava, que funcionará nos finais de semana do Petrópolis Gourmet, nos dias 11,12, 18 e 19 de novembro. O espaço, fruto de uma parceria com o Pólo de Orgânicos do Sebrae-RJ, contará com comercialização dos produtos da gastronomia local, desde hortaliças até pães, passando por geleias, mel e matérias-primas que sejam a marca da mesa Serrana. A ideia é valorizar os produtores rurais da região, os grandes responsáveis por abastecer todo o Estado do Rio com uma variedade enorme de hortifrútis e produtos orgânicos no geral.

Quem for conferir o festival, ainda poderá participar das oficinas gastronômicas, que também ficarão concentradas no Shopping Vilarejo. As aulas serão ministradas por chefs estrelados do Rio e de Petrópolis, como Danio Braga, Barão Vieira, Ana Salles, Fred Tibau, Monica Sangali, Ricardo Gonzales e Javy Larroquet.

Para completar a agenda do festival, a cereja do bolo: uma homenagem ao compositor erudito italiano Gioachino Rossini (1792-1868), que será tema de uma oficina ministrada pelo chef Danio Braga. Mas o que o autor do clássico “Barbeiro de Sevilha” teria a ver com um festival de sabores? É que, além de gênio da música, Rossini, um grande apreciador das trufas, se dedicou à gastronomia durante boa parte da sua vida. Ele criou pratos cultuados até hoje e, ao mesmo tempo, seu nome batizou menus de grandes chefs da época, dos quais ficou amigo. Essa iniciativa surgiu de uma parceria do Petrópolis Gourmet com o Instituto Municipal de Cultura.

O Petrópolis Gourmet também contará com uma proposta social dentro de sua programação. Grande parte dos 44 restaurantes participantes do evento aderiu ao projeto “Cardápio Social”, que consiste na doação, por parte do consumidor, de R$ 2 sobre o preço do menu, que serão destinados para instituições da cidade. A iniciativa é fruto de uma parceria com o Instituto da Criança.

Chefs do Petrópolis Gourmet reunidos

Sorvete Brasil completa 15 anos com uma novidade

A Sorvete Brasil acabou de completar 15 anos e investiu pela primeira vez numa linha de picolés que inclui quatro sabores no palito.

Debutante no mercado carioca, o Sorvete Brasil completa 15 anos com uma novidade: a primeira coleção de picolés da marca. Atendendo a pedidos do público, principalmente o infantil, depois de estudos e testes a sorveteria chegou a quatro sabores que estreiam na categoria: açaí, chocolate, maracujá e coco. Os picolés, assim como todos os sorvetes da marca, são feitos artesanalmente, sem aditivos químicos.

‘São sabores que tem a ver com o DNA do carioca, que não dispensa o açaí, mas não abre mão do chocolate. Ao longo da trajetória da marca, pudemos perceber que são arrebatadores e, por isso, certeiros para serem os carros chefes de nossa linha de picolés e nada impede que ela cresça no futuro’, explicou Rosana Lamothe, sócia da marca.

Sobre o Sorvete Brasil:
Vendido inicialmente na lanchonete “Sanduka”, no Humaitá, o Sorvete Brasil conquistou de vez a cidade depois de abrir sua fábrica no CADEG (agora de mudança para Petrópolis). Em pouco tempo, a marca abriu suas próprias lojas e criou uma variedade enorme de sabores, entre sorbets (feitos à base de fruta fresca e água); sorvetes lights (sem açúcar) e uma linha à base de cachaça feita especialmente por encomenda. A marca já teve, inclusive, uma linha de sorvetes feitos com cerveja, o que mostra sua criatividade. Outras boas pedidas são os de banana com avelã e chocolate; cheesecake com doce de leite; chocolate branco com cookies; paçoca e chocolate trufado com amêndoas.

Gávea (21) 3649-4047
Rua Marquês de São Vicente, 52 – 3º Piso Quiosque 100 – Shoppinhg da Gávea
Horário de Funcionamento: Segunda a Sábado: das 10h às 22h. Domingo: das 12h às 21h

Ipanema (21) 2247-8404
Rua Maria Quitéria, 74 – loja C
Horário de Funcionamento: terça a domingo das 10h às 20h

Itaipava (24) 2222-6271
Estrada da União e Indústria, 11000 – loja 36 Shopping Estação Itaipava
Horário de Funcionamento: Terça: das 14h às 20h; Quarta e Quinta: das 10 às 20 hs, Sexta e Sábado das 10h às 22h e Domingo, das 10h às 20h

Lagoa (21) 2529-6387
Avenida Borges de Medeiros, 1.424 – Quiosque Lagoon
Horário de Funcionamento: Todos os dias, das 12h à 0h

Chefs da AF Gastronomia e MasterChef fazem jantar a quatro mãos

A chef Alejandra Faúndez, que comanda a cozinha da AF Gastronomia, recebe a participante do  Masterchef Brasil Profissional, chef Monique Gabiatti para um jantar a quatro mãos.

A grande diversidade de ingredientes existentes do Brasil é reconhecida nacional e internacionalmente, e por isso, as chefs irão realizar um jantar denominado “Mar e Terra D.O Brasil”, no dia 27 de outubro, às 20 horas. O menu de 5 etapas é surpresa e só será revelado na hora do jantar (mas claro poderá indicar suas preferências ou se tem alguma alergia, intolerância e tal…), e  tem a proposta de enfatizar criações com ingredientes genuinamente brasileiros.

A culinária brasileira é resultado de uma grande mistura de tradições, ingredientes e alimentos trazidos não só pelas correntes de imigração que aportaram por aqui, mas também pelos povos nativos de nosso território. Assim, em cada região do país, floresceu uma peculiaridade gastronômica com culinária adaptada ao clima, à geografia e, claro, à sua cultura. Graças a essas diferenças é sempre muito difícil eleger um prato típico brasileiro, mas uma coisa é certa: são misturas que dificilmente desagradam o paladar.

As chefs se juntam para criar um cardápio onde os ingredientes e temperos típicos brasileiros são as atrações principais e prometem criar pratos especiais, como, por exemplo, um delicioso “ragu de linguiça mineira flambada na cachaça artesanal e fonduta de queijo Serra da Canastra” – brasileiríssimo.

São apenas 14 vagas disponíveis. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (21) 99572-5019 ou e-mail: contato@afgastronomia.com.

97 espumantes premiados e 97 medalhas de ouro

Maior edição da história reafirma qualidade da produção nacional. De forma inédita, 100% dos espumantes premiados receberam Medalha de Ouro.

O alto padrão dos espumantes brasileiros mais uma vez foi revelado na principal degustação às cegas do produto no país. O X Concurso do Espumante Brasileiro, promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), é o maior da história com 308 amostras de 80 vinícolas. Desta vez, todos os classificados entre os 30% em cada categoria, conforme normas internacionais, alcançaram pontuação correspondente a Medalha de Ouro, ou seja, de 88 a 91 pontos.

“Depois de 10 anos com um crescimento quase exponencial em número de amostras, atingimos um recorde, superamos as 300 amostras, o que demonstra a importância do espumante para o Brasil e nos coloca com responsabilidade para produzirmos sempre com mais qualidade, safra após safra”, destaca o presidente da ABE, Edegar Scortegagna. O enólogo disse que é preciso refletir e, cada vez mais, buscar qualidade. “O espumante brasileiro atingiu um alto nível, onde não podemos nos permitir cometer erros. Devemos manter o alto padrão de qualidade reconhecido mundo afora. E para isso, precisamos buscar matéria prima correta e modernizar nossas vinícolas, pois hoje podemos afirmar, sem medo, que o espumante brasileiro está entre os melhores do mundo”, enfatiza.

Considerado a principal janela para o mundo dos espumantes brasileiros, o X Concurso do Espumante Brasileiro reuniu um júri formado por 53 profissionais entre enólogos, sommeliers e jornalistas especializados. As degustações aconteceram nos dias 18 e 19 de outubro, na Câmara da Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC), integrando a programação da Fenachamp 2017. A divulgação dos resultados e entrega das medalhas ocorreu em coquetel realizado na noite do dia 20 de outubro no CTG Sentinela da Serra, no Parque da Fenachamp, em Garibaldi (RS).

Participaram espumantes elaborados por vinícolas de sete estados brasileiros, sendo eles: Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, numa demonstração da diversidade da produção nacional. Os espumantes foram degustados às cegas, seguindo normas internacionais, dentro de suas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). O concurso seguiu as normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE).

PRÊMIO DESTAQUE CLEBER ANDRADE

O 10º Concurso do Espumante Brasileiro seguiu o formato da edição anterior, prevendo uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaírem em suas categorias. O objetivo é exaltar ainda mais a produção nacional. Este ano, o prêmio carrega o nome de Cleber Andrade, uma homenagem que a ABE presta ao ex-presidente e um dos enólogos mais marcantes que o Brasil já teve.

O Destaque Cleber Andrade foi entregue a seis espumantes, um em cada categoria. Para isso, ao final do concurso, foi realizada uma degustação de preferência entre os produtos que conquistaram Medalha de Ouro e melhores medianas, a fim de destacar a preferência dos jurados.

DESTAQUES

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut elaborado pelo método charmat
Ponto Nero Espumante Brut – Domno do Brasil Indústria e Comércio de Bebidas

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut elaborado pelo método tradicional
Monte Paschoal Dedicato Espumante Champenoise Brut
Basso Vinhos e Espumantes

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut Rosé
Cave Amadeu Espumante Brut Rosé – Vinícola Geisse

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Nature e Extra-Brut
Don Guerino Cuvée Espumante Extra Brut – Don Guerino Vinhos Finos

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Moscatel
Monte Paschoal Dedicato Espumante Moscatel Rosé
Basso Vinhos e Espumantes

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Demi-Sec
Conde de Foucauld Espumante Demi-Sec Branco
Cooperativa Vinícola Aurora

LISTA COMPLETA DOS PREMIADOS

Abreu Garcia Agronegócios e Empreendimentos – Abreu Garcia Espumante Brut Rosé – Tradicional
Abreu Garcia Agronegócios e Empreendimentos – Geo Abreu Garcia Espumante Brut – Tradicional
Basso Vinhos e Espumantes – Monte Paschoal Dedicato Espumante Champenoise Brut – Tradicional – Destaque
Basso Vinhos e Espumantes – Monte Paschoal Espumante Moscatel Rosé – Moscatel – Destaque
Basso Vinhos e Espumantes – Monte Paschoal Espumante Moscatel – Moscatel
Batalha Comercial de Vinhos – Batalha Espumante Brut – Tradicional
Calza Júnior  Ind. e Com. De Vinhos – Calza Espumante Nature – Tradicional
Casa Geraldo Indústria Vitivinícola – Casa Geraldo Espumante Champenoise Memórias Brut – Tradicional
Casa Geraldo Indústria Vitivinícola – Casa Geraldo Espumante Brut – Charmat
Casa Perini – Casa Perini Método Tradicional Espumante Brut – Tradicional
Casa Perini – Casa Perini Nature – Tradicional
Casa Perini – Casa Perini Espumante Brut – Charmat
Casa Perini – Casa Perini Espumante Brut Rosé – Charmat
Casa Valduga Vinhos Finos – Casa Valduga RSV Espumante Brut 25 meses – Tradicional
Casa Valduga Vinhos Finos – Casa Valduga Espumante 130 Brut – Tradicional
Casa Valduga Vinhos Finos – Casa Valduga Arte Espumante Brut Rosé – Tradicional
Casa Venturini Vinhos e Espumantes – Vivere Espumante Moscatel – Moscatel
Cave Antiga Vitivinícola – Cave Antiga Espumante Moscatel – Moscatel
Chandon do Brasil – Chandon Riche Demi-Sec – Charmat
Chandon do Brasil – Chandon Passion – Charmat
Cia Piagentini de Bebidas e Alimentos – Decima Clássico Espumante Chardonnay Viognier – Tradicional
Cooperativa Vinícola Aurora – Conde de Foucauld Espumante Demi-Sec Branco – Charmat – Destaque
Cooperativa Vinícola Aurora – Saint Germain Espumante Demi-Sec Branco – Charmat
Cooperativa Vinícola Aurora – Aurora Chardonnay Procedências Brut Branco – Charmat
Cooperativa Vinícola Aurora – Conde de Foucauld Espumante Brut Branco – Charmat
Cooperativa Vinícola Garibaldi – Garibaldi Espumante Pinot Noir Rosé – Charmat
Cooperativa Vinícola Garibaldi – Garibaldi Espumante Moscatel – Moscatel
Cooperativa Vinícola São João – San Diego Espumante Brut – Charmat
Cooperativa Vinícola São João – Castellamare Espumante Tradicional Brut –Tradicional
Courmayeur do Brasil Vinhos – Courmayeur Espumante Demi-Sec – Charmat
Courmayeur do Brasil Vinhos – Courmayeur Espumante Prosecco Brut – Charmat
Courmayeur do Brasil Vinhos – Tevere Espumante Moscatel – Moscatel
Crs Brands Indústria e Comércio – Georges Aubert Espumante Moscatel – Moscatel
Crs Brands Indústria e Comércio – Massimiliano Espumante Brut – Tradicional
Dal Pizzol Vinhos Finos – Dal Pizzol Traditionelle Espumante Brut – Tradicional
Domno do Brasil Ind e Com de Bebidas – Ponto Nero Espumante Brut – Charmat – Destaque
Don Bonifácio Vinhos Finos – Quinta Don Bonifácio Espumante Brut Rosé – Charmat
Don Guerino Vinhos Finos – Don Guerino Cuvée Espumante Extra Brut – Charmat – Destaque
Don Guerino Vinhos Finos – Don Guerino Lumen Espumante Brut Rosé – Charmat
Don Guerino Vinhos Finos – Don Guerino Malbec Espumante Brut Rosé – Charmat
Dunamis Vinhos e Vinhedos – Dunamis Espumante Brut – Tradicional
Dunamis Vinhos e Vinhedos – Dunamis Ar Espumante Moscatel – Moscatel
Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo – Elegance Espumante Brut – Tradicional
Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo – Presence Espumante Demi-Sec – Charmat
Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo – Privilege Espumante Brut – Tradicional
Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo – Prosecco Espumante Brut – Charmat
Estabelecimento Vinícola Valmarino – Valmarino Espumante Moscatel – Moscatel
Estabelecimento Vinícola Valmarino – Valmarino Espumante Brut Champenoise Magnun – Tradicional
Guatambu Estância do Vinho – Guatambu Espumante Extra Brut – Tradicional
Indústria Vinícola São Luiz – Dom Naneto Espumante Moscatel Rosé – Moscatel
Maison Forestier Vinhos e Espumantes – Forestier Espumante Blanc de Blancs Brut – Tradicional
Maison Forestier Vinhos e Espumantes – Forestier Espumante Nature – Tradicional
Maison Forestier Vinhos e Espumantes – Gran Legado Espumante Moscatel – Moscatel
Maison Forestier Vinhos e Espumantes – Gran Legado Espumante Charmat Brut Rosé – Charmat
Miolo Wine Group Vitivinicultura – Miolo Cuvée Tradition Demi-Sec – Tradicional
Miolo Wine Group Vitivinicultura – Miolo Cuvée Tradition Brut Rosé – Tradicional
Miolo Wine Group Vitivinicultura – Miolo Cuvée Tradition Brut – Tradicional
Pizzato Vinhas e Vinhos – Pizzato Espumante Brut Branco – Tradicional
Pizzato Vinhas e Vinhos – Pizzato Espumante Brut Rosé – Tradicional
Rigo Agropecuária – Dom Pedrito Espumante Brut – Charmat
Sociedade de Bebidas Panizzon – Panizzon Espumante Moscatel – Moscatel
Sociedade de Bebidas Serrana – Casa do Imperador Espumante Moscatel – Moscatel
Terrasul Vinhos Finos – Terrasul Espumante Brut Rosé – Charmat
Vinhos Beija Flor – De Mari Espumante Brut – Charmat
Vinhos Monte Reale – Sospirolo Espumante Prosecco Nature – Tradicional
Vinícola San Michele – San Michele Espumante Brut – Tradicional
Vinícola Araucária – Poty Lazzarotto Espumante Brut – Tradicional
Vinícola Araucária – Poty Lazzarotto Espumante Nature – Tradicional
Vinícola Belmonte – Bel Mont Espumante Moscatel – Moscatel
Vinícola Campestre – Zanotto Espumante Brut – Charmat
Vinícola Cappelletti – Cappelletti Espumante Brut Rosé – Charmat
Vinícola Cappelletti – Cappelletti Espumante Moscatel Rosé – Moscatel
Vinícola Cappelletti – Cappelletti Espumante Brut – Charmat
Vinícola Casa Marques Pereira – Casa Marques Pereira Espumante Extra Brut Champenoise – Tradicional
Vinícola Cave de Pedra – Cave de Pedra Winery Espumante Brut Tradicional – Tradicional
Vinícola Cave de Pedra – Cave de Pedra Winery Espumante Brut D.O. – Tradicional
Vinícola Dom Herminio – Pasini Espumante Moscatel – Moscatel
Vinícola Fazenda Santa Rita – Villa Açoriana Espumante Nature Branco – Tradicional
Vinícola Franco Italiano – Cuvve FI Excellence Reserve Extra Brut – Tradicional
Vinícola Franco Italiano – Franco Italiano Espumante Moscatel – Moscatel
Vinícola Galvão Bueno – Bueno Cuvée Prestige Brut D.O. – Tradicional
Vinícola Geisse – Cave Amadeu Espumante Brut Rosé – Tradicional – Destaque
Vinícola Geisse – Cave Geisse Espumante Blanc de Blanc Brut – Tradicional
Vinícola Geisse – Cave Geisse Espumante Nature – Tradicional
Vinícola Geisse – Victoria Geisse Espumante Extra Brut  Vintage – Tradicional
Vinícola Geisse – Victoria Geisse Espumante Extra Brut Vintage Reserva – Tradicional
Vinícola Geisse – Victoria Geisse Espumante Extra Brut Vintage Gran Reserva – Tradicional
Vinícola Geisse – Cave Geisse Espumante Blanc de Noir Brut – Tradicional
Vinícola Panceri – Panceri Espumante Demi-Sec Rosé – Charmat
Vinícola Pedrucci – Casa Pedrucci Espumante Millèsime Brut – Tradicional
Vinícola Salton – Séries By Salton Espumante Brut Rosé – Charmat
Vinícola Salton – Salton Espumante Demi-Sec – Charmat
Vinícola Salvador – Salvattore Espumante Moscatel- Moscatel
Vinícola Salvador – Salvattore Espumante Brut Branco – Charmat
Vinícola Zanella – Villa de Vinhas Espumante Brut – Tradicional
Vitivinicola Santa Maria – Rio Sol Espumante Brut Branco Premium – Charmat
Vitivinicola Santa Maria – Rio Sol Grand Prestige Espumante Brut Branco – Charmat

Vai começar a 17ª edição da Restaurant Week no Rio de Janeiro

Nessa 17ª edição, o Restaurant Week, que abrange mais de 60 restaurantes do Estado do Rio de Janeiro, apresenta o tema “Temperos do Quintal”, visando o incentivo aos pequenos produtores locais e chamando a atenção dos comensais da agricultura brasileira com produção familiar. Com o conceito, o evento, que completa 10 anos de Brasil, pretende instigar a criação autoral dos chefs, buscando pratos com ervas, especiarias e sementes, que estão entre os insumos que ressaltam o sabor único dos preparos, com a cara da agricultura do país.

​Fernando Reis, realizador do festival no Brasil, celebra esse momento. “Nos consolidamos como o maior festival de gastronomia do País e estamos festejando essa conquista. Conseguimos democratizar a boa culinária na cidade com preços acessíveis e, assim, também movimentamos o setor. Esperamos um público de 70 mil pessoas”, comemora Fernando.

Além das casas participantes dos Menus Week e + Plus, assim como na edição passada, alguns restaurantes vão preparar pratos especiais que prometem proporcionar ao cliente uma experiência extraordinária, na categoria Premium.

O tour gastronômico, que apresenta um excelente custo-benefício, é o momento ideal para o público curtir aquele restaurante que gostaria muito de ir, mas em um período normal fica acima da média financeira. Durante a Restaurant Week o valor é mais atrativo, além dos participantes criarem um menu especial para a ocasião. Desta forma, renomados chefs são incentivados a destacar os elementos selecionados para compor o menu e citar quais diferenciais este ingrediente representa na criação, em uma linha inédita do evento gastronômico que acontece entre os dias 22 de setembro e 15 de outubro. Além do Rio de Janeiro, o festival também agita outras regiões, como Petrópolis e Teresópolis.

Os donos dos restaurantes também comemoram o evento, fazendo o movimento das casas aumentarem em média 35%, uma ótima oportunidade de negócio.

Essa edição segue o padrão de R$ 43,90 + R$ 1,00 de doação para o Instituto da Criança, total de R$ 44,90 no almoço e R$ 54,90 + R$ 1,00 de doação para o Instituto da Criança, total de R$ 55,90 no jantar, com entrada, prato principal e sobremesa. Nessa edição, o festival vai contar a opção Menu Restaurant Week + Plus, que traz pratos diversificados, com ingredientes selecionados e menus elaborados especialmente pelos chefs. No menu Restaurant Week + Plus, o almoço custa R$55 + R$1,00 de doação, total de R$56, e jantar R$68,00 + R$1,00 de doação, total R$ 69. Já o Menu Premium, o almoço custa R$68,00 + R$1,00 de doação, total R$69,00, e jantar R$89,00 + R$1,00 de doação, total R$90,00. Como acontece em todas as edições, este R$1,00 é referente à doação a uma instituição de cunho social.

A tendência de oferecer diferentes faixas de valores já é utilizada em outras partes do mundo que promovem a Restaurant Week.  “O ‘Menu Premium’ permite que mais restaurantes participem do festival e que os clientes desfrutem de opções inusitadas ao longo do festival. Mesmo com ingredientes raros e receitas que teriam maior custo normalmente, as casas adotam três níveis de preços fixos. É mais uma forma de democratizar a gastronomia”, ressalta Fernando.

Cada restaurante participante oferece duas opções de cada item, para que o cliente escolha a de sua preferência. Bebidas, couvert e serviço não estão incluídos no valor.

Fernando Reis ainda afirma que “o evento é uma ótima oportunidade para reunir amigos e família ao redor da boa gastronomia e um grande facilitador em tempos de crise econômica, afinal, o público sabe o valor exato que vai pagar, além de ser uma chance de conhecer um restaurante novo por uma quantia mais em conta”.

A Rio Restaurant Week conta com parceiros de peso para fazer desta festa ainda mais especial. O evento é apresentado pela 99, empresa de mobilidade urbana, que oferece um desconto de R$ 15 reais para usuários novos na primeira corrida com o cupom RWRJ. A cervejaria Petra será a oficial do evento com um menu de Cerveja Especiais, uma linha de cervejas artesanais puro malte para harmonizar com os pratos.

Responsabilidade social:

Como de costume, a responsabilidade social é uma das marcas da Restaurant Week. O evento promove incentivo social que, nesta edição, é direcionado ao Instituto da Criança – organização sem fins lucrativos que realiza programas de educação e atua como incubadora social para novos programas e instituições desde 1994 – com a contribuição adicional de R$ 1,00 na conta. A doação é opcional e o valor é acrescido à conta final do cliente.

O total arrecadado contribui com o desenvolvimento social de milhares de crianças carentes, instigando objetivos, transformações e realizando sonhos.

Praticidade online:

A exemplo das edições passadas, o público terá à disposição o serviço de reservas online, realizado de maneira rápida e simples por meio do site www.restaurantweek.com.br, para, assim, poder se organizar com antecedência e aproveitar sua experiência ao máximo. A plataforma é gerenciada pela The Fork, empresa especializada em reservas online do grupo TripAdvisor, o que garante segurança e tranquilidade. Nos restaurantes que oferecem Menu Premium a reserva é obrigatória.  A Restaurant Week conta também com o aplicativo para Android e iOS (Restaurant Week Brasil). Ademais, os internautas interessados terão acesso às informações do evento, novidades, dicas e pratos, através das redes sociais da Restaurant Week (Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat e Google plus).

Sobre a Restaurant Week:

Nascido em Nova York, o festival gastronômico que vem sendo realizado há duas décadas, em mais de trinta cidades ao redor do mundo, se tornou um dos mais conceituados e festejados eventos internacionais. A primeira versão brasileira aconteceu em São Paulo, em 2007. Não por acaso, continua deslanchando no país, prestigiando principalmente as áreas de gastronomia e turismo. Os resultados ligados ao consumo, rentabilidade ao comércio e movimento da cidade se mantiveram com sucesso, sem deixar a desejar. A Restaurant Week é a oportunidade perfeita para reunir grandes grupos de amigos e conhecer os melhores restaurantes da cidade.

Mais informações e a lista completa dos participantes, cardápios e serviços podem ser encontrados no site oficial: www.restaurantweek.com.br

Serviço:

17ª edição Rio Restaurant Week
Data: 22 de setembro a 15 de outubro
Valor: R$ 43,90 + R$ 1,00 de doação para o Instituto da Criança, total R$ 44,90 no almoço, e R$ 54,90 + R$ 1,00 de doação para o Instituto da Criança, total R$ 55,90 no jantar.

Menu Restaurant Week + Plus: o almoço custa R$55 + R$1,00 de doação, total de R$56, e jantar R$68 + R$1,00 de doação, total R$ 69.

Rio Premium – 1ª Edição: o almoço custa R$68 + R$1,00 de doação, total de R$69, e jantar R$89 + R$1,00 de doação, total R$ 90.