Naira Amorelli

Eleven Rio – Gastronomia contemporânea mediterrânea

A proposta do Chef Joachim Koerper – considerado um dos dez melhores cozinheiros da Península Ibérica – é aproveitar o que cada estação tem de melhor para oferecer, priorizando sempre os ingredientes frescos disponíveis em cada dia, em cada época do ano. É uma cozinha de sentidos, já que não se limita a explorar apenas o paladar, não é somente alimentar, e sim proporcionar experiências gastronômicas inesquecíveis. E foi exatamente o que aconteceu comigo.

Não deixe de experimentar o saboroso couvert que é composto de 4 variedades de pães, manteiga artesanal, azeite e “amuse-bouche” do Chef. O meu preferido foi um pão de tomate di-vi-no que me fez desejá-lo noite adentro.

Os pratos servidos podem ser harmonizados com vinhos delicadamente selecionados pelo competentíssimo sommelier Jorge Nunes que foi “importado” de Lisboa, Portugal.

Depois de conhecer o Eleven Rio, a conexão Rio-Lisboa deu a liga esperada e o restaurante entrou para minha lista dos melhores sabores da gastronomia contemporânea mediterrânea na Cidade Maravilhosa.

Restaurante Eleven Rio
Avenida Vieira Souto 234, Ipanema
Telefone: (21) 2267-9282
Aberto para o Jantar de terça a sábado – reservas@elevenrio.com.br

L´Ulivo Cucina e Vini, o melhor da Itália em Copacabana

A culinária italiana é muito conhecida por sua simplicidade, sua praticidade e sua versatilidade, isso é fato. A questão é que nos últimos anos, muitos resolveram complicar, rebuscar em excesso, aquilo que já é bom naturalmente. Aí, você pode falar que estou sendo tendenciosa, já que sou de família parte italiana, e isso deve ser levado em consideração sim, afinal, estar entre rolos, panelas, carnes defumando e massas penduradas é uma lembrança muito comum que tenho desde sempre e por isso tenho predicados para falar que de comida boa de nonna eu entendo.

Hoje a minha dica é totalmente baseada em memórias de infância, em sabores simples e recheados de afeto. Copacabana agora abriga o melhor restaurante italiano da cidade, o L´Ulivo Cucina e Vini.

A casa tem no comando o casal Renato Lalenti, chef, sommelier e restauranteur italiano, e Márcia Guimarães, carioca e administradora de empresas. Um casal gente boa, com um papo delicioso e de uma elegância incrível. Foi uma grande surpresa reencontrá-los, já os conhecia anteriormente e sempre admirei muito o trabalho deles.

O L´Ulivo Cucina e Vini é um verdadeiro resgate ao espírito das trattorias. A atmosfera é totalmente familiar e da cozinha sai uma alquimia de ingredientes autênticos e sofisticados, reforçando a ideia de oferecer uma culinária camponesa autêntica, com seus sabores, ingredientes e receitas típicas. Renato destaca a riqueza da cucina contadina, uma cozinha italiana do campo, com viés popular, que usa os ingredientes certos e respeita o modo de preparo dos pratos, sem firulas, sem invencionices, sem gourmetizar o que não precisa ser gourmetizado, porque já é bom assim.

Para começar os trabalhos, as bruschettas Modena, com presunto de parma, figos, queijo de cabra e redução de balsâmico, e a Oslo, feita com salmão, queijo mascarpone e raspa de limão siciliano, são as entradinhas perfeitas que abrem caminho para sabores incríveis que estão por chegar.

Partindo para os principais, as opções de massas, todas artesanais, assim como os pães, são minhas preferidas. O Bombolotti alla Carbonara (Rigatoni com bacon, ovos, queijo pecorino e pimenta do reino) e o Tagliatelli alla Norcina (Massa artesanal com linguiça toscana, cogumelos, ervilhas e queijo pecorino) são minhas massas preferidas, mas nas carnes, não deixe de experimentar o Scottadito di Agnello (Costelinha de cordeiro com molho de hortelã) e o Filetto al Balsamico (Filet mignon com redução de balsâmico), são de revirar os olhinhos.

Partindo para as sobremesas, as opções são igualmente simples e saborosas, mas a Zuppa Inglese é um espetáculo a parte. Pense num pavê italiano com creme confeiteira, creme de nutella e um licor italiano feito com água de rosas, açúcar, canela e cravo. Pensou? É muito melhor. Outras boas opções são a Panna Cotta com frutas vermelhas e o Tiramisu.

A casa oferece a cada dia da semana opções autênticas e saborosas como Gnocchi ao sugo, bacalhau ao molho de tomate, Linguine com escarola e anchovas, entre outros. Já adianto que se você gosta de dobradinha, o sábado é seu dia de alegria e o domingo é o dia dos fãs de ossobuco.

Todos os pratos chegam à mesa com produtos muito frescos, as massas e os pães são caseiros, nada é pré-cozido e todos os sabores são especialmente destacados pela simplicidade. Depois que você conhecer o L´Ulivo, vai entender o tamanho da minha paixão.

O L´Ulivo Cucina e Vini  – www.facebook.com/lulivocucinaevini – fica na rua Miguel Lemos 54, loja B, Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro.

Matéria publicada originalmente em minha coluna no blog do Circuito elegante.

Estrelado Kinoshita é um santuário da culinária japonesa

Viajar pra São Paulo é praticamente uma atividade cotidiana para mim, e aproveitar a gastronomia riquíssima da cidade é mais que uma obrigação. Uma das minhas mais recentes visitas a cidade me rendeu momentos curiosos e extremamente saborosos na casa do querido Chef Tsuyoshi Murakami. Hoje, vocês vão compreender um pouquinho mais da magia que acontece no Restaurante Kinoshita.

Vou contar um pouco da história do Chef Mura, como eu carinhosamente o chamo. Japonês de nascença, criado no bairro carioca da Lapa, ele aprendeu desde muito cedo os trejeitos e gírias cariocas, e até os dias de hoje podemos ver isso nele. Quando estiver conversando com ele, em seu restaurante, você certamente vai se lembrar do que está escrito aqui. Mura já cozinhou em Tóquio, Nova York e Barcelona, e de volta a Sampa, rege seu restaurante, estrelado Michelin, no elegante bairro de Vila Nova Conceição, com absoluta competência e alegria.

Logo ao chegar, ele nos recebeu com um carinho imenso e acredite, ele faz isso a noite toda. Alegria de um bom carioca e cordialidade de um bom japonês em uma só pessoa. Jantar no Kinoshita é uma das experiências mais necessárias que você deve se permitir ter quando estiver em São Paulo.

O balcão é a menina dos olhos da casa. Se você quiser uma experiência completa, com direito a um show exclusivo, eu te aconselho a reservar seu lugar por lá. Dali você pode acompanhar o passo a passo de cada prato, a sutileza no manusear dos chefs e a elegância e delicadeza na montagem de cada um deles.

Se preferir uma mesa mais tranquila, no salão a boa pedida é ficar na lateral direita do balcão, dali você pode ficar mais reservado, e ainda assim conseguir observar o movimento alegre do Chef Mura pelo salão e também assistir um pouquinho de seu espetáculo no balcão. Eventualmente ele irá até sua mesa para conferir se está tudo acontecendo de acordo com sua vontade, não estranhe, ele é mesmo uma pessoa muito atenciosa e se preocupa com o bem estar de todos os seus clientes.

Vieiras com Gema de Yamaguishi Misso e Alho Negro. Foto: Peu Reis

Com o conceito de cozinha Kappo, uma vertente da culinária japonesa que é mais sofisticada e ordenada, os pratos são verdadeiras obras de arte. Tudo é feito na sua frente com total dedicação, carinho e respeito à comida. Na casa tudo é servido em fração de segundos para que o sabor, o frescor e o perfume não se percam.

Atualmente encontramos nos restaurantes orientais uma carta só de saquês, mas aqui no Brasil, a melhor seleção fica mesmo para o Kinoshita. Se entregue a mais este prazer.

Falar sobre a saborosa comida que você vai encontrar no Kinoshita é um pouco covardia. Simplesmente não dá para dizer o que é melhor, uma vez que a gastronomia oriental é muito peculiar e geralmente as pessoas amam ou odeiam. Eu amo. E muito. Ok! Vou destacar alguns pratos que você precisa conhecer e para tentar entender do que estou falando.

Camarões crocantes. Foto: Peu Reis

Vamos começar com o Sashimi de Salmão curado com pepino e shissô que fica ainda mais saboroso depois que você adiciona o shoyu feito na casa.  Outra ótima pedida é o Lámen fresco com ovo orgânico e pancetta. Vamos combinar que você deve ter muita atenção quando esse prato chegar a sua mesa, ele vem tão quente, mas tão quente que se você distrair-se na hora de saboreá-lo, comprometerá seu paladar para o resto da noite.

Sashimi de salmão curado servido com Pepino e Shisso. Foto: Peu Reis

Claro que não poderia deixar de mencionar a grata surpresa que são as Vieiras com Gema de Yamaguishi Missô e Alho Negro. O Wagyu com Caviar e Jamon e o cordeiro grelhado com molho teriyaki também são ótimas pedidas. Para fechar a noite, seja feliz com a torta de Maçã com gelado de Canela e Gengibre.

O restaurante Kinoshita fica na Rua Jaques Félix, 405 – Vila Nova Conceição em São Paulo. Telefone: (11) 3846-7327.

Matéria publicada originalmente em minha coluna no blog do Circuito elegante.

Meca crocante com Molho Teriyaki. Foto: Peu Reis
Kafta de Atum com Pimenta siria e zatar. Foto: Peu Reis

Armazém GD: um charmoso sobrado histórico com gastronomia carioca

Em uma das ruas mais charmosas e clássicas do centro do Rio de Janeiro, o Armazém GD, na Gonçalves Dias, é um lugar acolhedor para quem curte a boa gastronomia carioca. Bem de frente para a icônica Confeitaria Colombo, o restaurante, que funciona em um charmoso sobrado histórico de três andares totalmente reformado, é perfeito para reunir amigos a qualquer hora do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O elegante salão abrigou, dos anos 40 aos 80, a famosa Perfumaria Carneiro, empreendimento da família que hoje é proprietária do Armazém GD. Muito do material original da construção secular foi aproveitado em sua decoração. Prova disso são as paredes e o balcão de entrada forrados com pinho de Riga, madeira que, originalmente, foi usada no chão do sobrado e na sustentação dos andares.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nas paredes, quadros da artista plástica Ana Torem exaltam a Cidade Maravilhosa. Um dos destaques fica no bar, logo na entrada do restaurante, onde uma testada de 5 metros ilustra a vista da entrada da Baía de Guanabara. A obra foi pintada diretamente no forro de pinho de Riga, com 100 anos de história, impossível não ficar impressionado com tamanho detalhe. E seguindo adiante, no terceiro andar, um mural de 15 metros² exibe belíssimos mapas do Rio que mostram a história e evolução do centro carioca através dos séculos. Nem mesmo a gaiola do elevador ficou de fora, reformada, virou um moderno escritório.

E vamos falar das comidinhas, que nem só de história vive o homem. No cardápio, as estrelas são pratos preferidos dos cariocas. Entre os petiscos, podemos destacar os pastéis de brie com shitake ou de camarões, Mignon fatiado acompanhado de farofa e fritas e Filé aperitivo com molho madeira.

Destacando nos pratos principais, o risoto de frutos do mar, com camarões, lula e polvo é o mais pedido. Também existe a opção do cliente montar um Combinado, escolhendo um grelhado e dois acompanhamentos. Algumas opções de grelhados são: Fraldinha premium, Bife de Chourizo, Filé mignon e Filé de salmão.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se você prefere massas, perfeito, elas também estão presentes. Um dos sucessos é o Ravioli Olhos Verdes, de maçã ao molho de queijos e amêndoas e o Gnocchi do brasileiro (bicolor com camarões).

Para os que não dispensam uma boa carne ou um saboroso peixe, as pedidas são o tradicional Picadinho carioca e o Peixe Canção do Exílio, filé de dourado, molho de alho poro crocante e purê de baroa.

Para beber: cervejas artesanais, vinhos, vodca e uísque.

Armazém GD – Instagram | Facebook
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 39 – Centro – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2507-9004

Fotos: Naira Amorelli/Gastronomia etc.

Food Truck Moonlounge: no rooftop com vista para o mar

O Moonlounge Rooftop Bar, espaço na cobertura do hotel JW Marriott Rio de Janeiro, em Copacabana, ganhou mais um atrativo: seu próprio Food Truck – o primeiro instalado em um hotel 5 estrelas no Rio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com uma bela vista panorâmica para a orla de Copa, o espaço é aconchegante e bem descontraído, como todo rooftop merece ser. O local é perfeito para quem quer assistir ao pôr do sol com alto astral. Durante o dia, o rooftop é aberto ao público em geral (não hóspedes) e oferece na parte da manhã sanduíches, saladas e sucos, e à noite conta com um cardápio mais caprichado, porém bem enxuto com antepastos, frios, sanduíches e drinques especiais.

No comando da cozinha, está o chef Thomaz Leão com opções inspiradas na street food internacional. Foto: Eduardo Madeira

Entre os sanduíches, estão o Milanesa, com vinagrete picante e queijo estepe; Mush Burguer, hambúrguer de picanha com cogumelos salteados, cebola crocante e queijo meia cura; French Dip, prime rib assada em baixa temperatura com molho do assado e maionese de raiz forte; Choripan, linguiça artesanal com maionese de chimichuri e salsa criolla. Para os que não comem carne, o Super Veggie é uma bela opção com berinjela à parmegiana empanada com rúcula e queijo coalho maçaricado servido no pão ciabatta bem tostado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Moonlounge Rooftop Bar:

  • Funcionamento:
    Domingo à quarta-feira, das 12h às 22h
    Quinta a sábado, das 12h à meia-noite
  • Avenida Atlântica, número 2.600, Copacabana – Rio de Janeiro
  • Telefone: (21) 2545-6500

Para refrescar, além de cervejas nacionais e importadas, o cardápio tem Coquetéis Yaguara, que podem ser em copo ou em jarra. Os sabores variam entre 3 limões, frutas vermelhas, MoonLounge (tangerina, caju e manjericão), citrus sangria ou a fruta que você escolher.

Gruta de Santo Antônio: uma verdadeira viagem para Portugal

Do Rio de Janeiro para Niterói é bem rapidinho, são menos de 20 minutos, mas depois de cruzar a Ponte Rio-Niterói ou atravessar de barca, quando você chega no tradicional restaurante Gruta de Santo Antônio, no bairro Portugal Pequeno, o tempo parece parar diante das delícias da terrinha.

O Pastel de Nata de bacalhau do chef Alexandre Henriques, a entrada da Gruta e o bolinho bacalhau
O Pastel de Nata de bacalhau do chef Alexandre Henriques, a entrada da Gruta e o bolinho bacalhau

A Gruta de Santo Antônio desde 1977 atrai visitantes de todas as partes do País, no comando da cozinha a querida e carinhosa Dona Henriqueta Henriques e o chef Alexandre Henriques, as estrelas da cozinha portuguesa de Niterói, que servem mais de uma tonelada por mês de bacalhau, entre outros frutos do mar, além é claro, de outros pratos clássicos da gastronomia portuguesa.

Lombo extra, levemente assado no forno com a própria gordura do peixe - o mais macio de todos -, acompanhado por cebolas e batatas ao murro. E o Carpaccio de Vieiras. Fotos Bruno de Lima
Lombo extra, levemente assado no forno com a própria gordura do peixe – o mais macio de todos -, acompanhado por cebolas e batatas ao murro. E o Carpaccio de Vieiras. Fotos Bruno de Lima

Especialidades como o Bacalhau a Lagareira – um suculento lombo assado no azeite virgem, cozido em molho de alho e servido com batatas ao murro, o espetacular bolinho de bacalhau recheado com queijo Serra da Estrela e o especialíssimo Bacalhau do chef, no qual o peixe é cozido em fogo baixinho, na própria gordura e com colágeno, e chega a mesa desmanchando ao toque do garfo são algumas das obras primas desse templo da gastronomia portuguesa. Antes de começar sua viagem gastronômica pela terrinha, peça o delicioso pastel de nata de bacalhau para já entrar no clima e levantar voo. Para harmonizar, a carta de vinhos da casa é muito boa, com rótulos especiais. Na minha mais recente visita, pedi a indicação do querido chef Alexandre Henriques e ele selecionou dois vinhos incríveis.

gruta-de-santo-antonio-1

O restaurante por si só faz você viajar no tempo, pelas paredes fotos e outras lembranças marcam a história da família que se iniciou no Brasil em 1968. O nome “Gruta de Santo Antônio” foi uma homenagem ao santo de devoção do falecido marido da Dona Henriqueta, o Sr. Agostinho. Quando chegou ao Brasil, a jovem Henriqueta passou a cortar tecidos e fazer modelos para a alta sociedade de Niterói para ajudar o marido a sustentar a família. Naquela época, por mais que tivesse aprendido desde pequena os truques e as receitas da culinária portuguesa com a mãe e a irmã, era Agostinho quem tinha a fama de bom cozinheiro, comandando a Pensão Europa, um pequeno restaurante no Centro de Niterói, que lembrava as típicas pensões portuguesas. O negócio prosperou e eles decidiram abrir a Gruta de Santo Antônio, mas dois anos depois Agostinho faleceu. Dona Henriqueta precisou de muita coragem para assumir o negócio da família. Ao longo de pouco mais de trinta anos, ela transformou a Gruta de Santo Antônio em referência de boa comida portuguesa e cativou não só os gourmands, mas fez fama em todo Brasil.

Outras delícias da Gruta: Bacalhau Gruta Assado, Moqueca de camarão VG, Sashimi de Atum e Moqueca de Cherne. Fotos Bruno de Lima
Outras delícias da Gruta: Bacalhau Gruta Assado, Moqueca de camarão VG, Sashimi de Atum e Moqueca de Cherne. Fotos Bruno de Lima

O chef Alexandre Henriques é um cozinheiro inquieto e está sempre em busca de novidades, sua prioridade é agradar aos mais exigentes paladares, e para deleite dos clientes da Gruta de Santo Antônio, ele criou uma nova versão para o tradicional pastel de natas, tornando a sobremesa ainda mais especial. Acrescentou Nutella ao recheio e criou uma receita que junta a nata normal com o conhecido creme de avelã e chocolate. O novo pastel tem a típica massa folhada, uma camada de Nutella e o creme de nata por cima antes de ir ao forno. Ele chega na mesa com um estalar delicioso na massa e um recheio incrível.

Pastel de Nata com Nutella (Foto da esquerda: Bruno de Lima | Foto da direita: Eduardo Madeira).
Pastel de Nata com Nutella (Foto da esquerda: Bruno de Lima | Foto da direita: Eduardo Madeira).

A dica aqui é muito simples: feche com chave de ouro pedindo o pastelzinho de nutella, ou o “pijaminha”, o trio de deliciosos doces lusitanos: pastel de Nata, rocambole de laranja e toucinho do céu – um bilhete de ida direto para as mais tradicionais docerias portuguesas.

Sorvete de Belém para o céu com o trio “pijaminha”. Fotos Eduardo Madeira
Sorvete de Belém para o céu com o trio “pijaminha”. Fotos Naira Amorelli

Se você ficou curioso e quer experimentar essa viagem à terrinha, visite a Gruta de Santo Antônio. Ela fica na Rua Silva Jardim, 148 – Ponta da Areia em Niterói, funciona de domingo a quarta e feriados de 11h30 às 16h30 e de quinta a sábado de 11h30 às 22h30, também possui uma primorosa seleção de vinhos que compõem o cardápio (320 rótulos e mais de 3000 garrafas, entre eles os melhores vinhos portugueses).

Gruta de Santo Antônio – www.grutadesantoantonio.com.br
Telefones: (21) 2621-5701 | 2613-0762

Lagostins a Bulhão Pato.

Uma foto publicada por Alexandre Henriques (@chefalexandrehenriques) em

As estrelas da cozinha portuguesa de Niterói: Dona Henriqueta e seu filho Alexandre Henriques.
As estrelas da cozinha portuguesa de Niterói: Dona Henriqueta e seu filho Alexandre Henriques.

Gendai Premium somente em Niterói

A rede Gendai, pioneira no Brasil como fast-food de comida típica japonesa, teve aceitação quase imediata do público. Em Niterói, apesar da visão voltada para um serviço mais rápido, o Gendai Icaraí foi um pouco “diferentão” e sempre investiu em uma estrutura de restaurante onde o importante é ter uma experiência gastronômica única. Com essa ideologia cresceu e se estabilizou nesse nicho, ganhando nome e notoriedade. O trabalho do Gendai Icaraí foi tão bem feito que o primeiro restaurante de rua, da franquia, se tornou uma referência da culinária japonesa na Cidade Sorriso. Em 2008, o bairro de Piratininga ganhou também um restaurante Gendai.

gendai-premium-2
Gendai Premium Jardim Icaraí

A diferenciação no espaço e no cardápio, que tem opções exclusivas é evidente e tornou a unidade um modelo para o restante das lojas. Por possuir um serviço diferenciado a seus clientes as unidades Jardim Icaraí e Piratininga receberam da franquia, em 2012, a marca de Gendai Premium, as únicas da rede, reconhecendo e elevando ainda mais seu conceito de exclusividade.

Niguiri de wagyu macaricado
Niguiri de wagyu maçaricado
Trouxinha de peixe branco
Trouxinha de peixe branco

Sashimis e Niguiris de Salmão, Peixe Branco, Atum, Polvo, Truta Salmão, Sushis, enrolados, carpaccios, saladas especiais como Sunomono, Yasai Itame, Green Salad e Salada Premium, grelhados, pratos quentes como Robatas, Yakissobas, Teppanyaki, Temakis Califórnia, Camarão, Skin e mais uma infinidade de pratos da culinária japonesa, preparados na hora são facilmente encontrados no restaurante. E como não poderia deixar de ser, após saborear essas delícias do Gendai Premium não se esqueça de provar as sobremesas e fechar com chave de ouro.

Ichigo OZ - morangos recheados com doce de leite, salpicado de amendoim.
Ichigo OZ – morangos recheados com doce de leite, salpicado de amendoim.

Gendai Premium – www.gendaipremium.com.br

Gendai Premium Jardim Icaraí

Endereço: Rua Nóbrega, 260 – Icaraí – Niterói – RJ
Telefone: (21) 2610-3050
Horário de Atendimento: Segunda: das 18h às 23h | Terça a Sexta: das 18h às 24h | Sábado e feriados: das 12h à 0h / Domingo: das 12h às 23 horas

Gendai Premium Piratininga

Endereço: Rua Professor Ernani Faria Alves, 15 – Piratininga – RJ
Telefone: (21) 2619-4444
Horário de Atendimento: Terça a Sexta: das 18h à 0h | Sábado: das 12h à 0h | Domingo: das 12h às 23 horas

Baby ostra gratinada com bacon e mussarela
Baby ostra gratinada com bacon e mussarela

Mirante Paineiras: a visita ao Cristo Redentor ficou deliciosa

Fomos conhecer o restaurante Mirante Paineiras no Centro de Visitantes das Paineiras, ele fica no mesmo local onde antes funcionava o restaurante do antigo Hotel das Paineiras, e para chegar lá é bem simples, basta descer as escadas bem ao lado do bar das Paineiras. Vale ressaltar que a Kube Arquitetura (empresa que projetou o restaurante, bem como a loja de souvenires do Centro de Visitantes das Paineiras, o Bar e o Naturê) manteve alguns materiais originais como uma forma de valorização da construção antiga, isso manteve o charme do lugar. O piso foi preservado e os azulejos também.

restaurante-mirante-paineiras-buffet-variado-2

Para integrar o ambiente do Restaurante e dar um toque sofisticado, luminárias de cobre com tecido metálico, um balcão em madeira demolição, portas quadriculadas em ferro pintadas de preto e duas “árvores de madeira” trouxeram um toque de contemporaneidade aos elementos originais do espaço.

restaurante-mirante-paineiras-arquitertura-quase-original
Salão amplo e bem iluminado.
restaurante-mirante-paineiras-area-interna
Os balcões onde são servidas as comidas ficam bem no meio do salão, facilitando a circulação.

restaurante-mirante-paineiras-1

os-azulejos-simbolos-de-uma-historia-da-cidade-contada-atraves-da-arquitetura
O detalhe dos azulejos deram um charme retrô ao local.

Um deck que fica bem no meio da mata é uma atração a parte e tem um lounge de 240m² foi criado como uma extensão do salão interno do restaurante, com uma área para refeições e também de estar e contemplação da paisagem estonteante da zona sul do Rio de Janeiro.

restaurante-mirante-paineiras-1 restaurante-mirante-paineiras-area-externa

O restaurante trabalha com sistema de buffet livre, diversas opções de saladas e pratos quentes ficam a sua disposição, e a opção de almoçar no salão interno ou na área externa é sua, mas claro, depende do clima. E aos sábados tem feijoada, mais um motivo para você subir e desfrutar um almoço com essa vista incrível.

restaurante-mirante-paineiras-costelinha-suina-com-molho-de-goiaba restaurante-mirante-paineiras-pratos-quentes restaurante-mirante-paineiras-buffet-variado como-a-vida-e-doce

Restaurante Mirante Paineiras – www.paineirascorcovado.com.br
Horário de funcionamento: Aberto diariamente, das 12h às 16 horas.

Situado no Parque Nacional da Tijuca, com vista panorâmica para o Alto corcovado e monumento do Cristo Redentor, o Restaurante Mirante Paineiras possui 260 lugares e Buffet a preço fixo no valor de R$ 59,90. Crianças de 5 a 11 anos pagam metade do valor, R$ 29,95, e menores de 5 anos não pagam. Formas de pagamento: Dinheiro e cartões de crédito e débito das bandeiras VISA e MASTER.

O Esplanada Grill chegou na Barra

A tradicional churrascaria Esplanada Grill ganhou uma filial na Barra da Tijuca, para fazer a alegria da galera da zona oeste que ficava sem coragem para atravessar para a zona sul. Ela está dentro do Hotel Trump e serve café da manhã também. No espaço também encontramos uma charmosa charutaria.

Os clássicos do cardápio obviamente estão presente. Entre eles o couvert, bem farto com deliciosos pães de queijo da casa ao lado de cebola marinada, patê, manteiga, salada e torradas, além da salada juliana ao molho de mostarda servida direto no prato. O churrasco misto esplanada, as picanhas; borbon, fatiada, esplanada, e de cordeiro, o espetacular pastrami (o melhor que já comi no Rio de Janeiro) e o famoso e suculento costelão de boi também estão no menu, além das guarnições como a farofa esplanada, palmito grelhado. A minha surpresa ficou por conta da sobremesa Criscante, duas bolas de sorvete a sua escolha, cobertura de chocolate, farofinha crocante e para completar um pouco de chantily.

O lugar está um primor, muito bem decorado, o salão tem vista privilegiada para a orla e o atendimento (que teve treinamento no estabelecimento de Ipanema), por se tratar de uma casa recém inaugurada, tende a melhorar consideravelmente, cordiais sempre, mas um pouco dispersos ainda.

1/2 bife ancho. Foto: Naira Amorelli
1/2 bife ancho. Foto: Naira Amorelli

Em uma era de desaparecimento de locais para fumantes e de imenso lobby antitabagista, os charutos continuam contando com apreciadores ávidos. E o Esplanada Grill da Barra reservou um espaço para os aficionados que não consideram o charuto um produto, mas sim obras de arte. A área da varanda, que fica de frente para a praia, é o local ideal para uma boa degustação sem incomodar ninguém, e se você ficar com vontade e não levou o seu, a casa também vende.

Esplanada Grill Barra
Hotel Trump
Rua Professor Coutinho Fróis 10 (Pela Avenida Lúcio Costa, na altura da Praça São Perpétuo – Praça do Ó) – Barra da Tijuca.
Telefone: (21) 2494-2202
Diariamente, café da manhã das 6h30 às 10h30, refeições do meio-dia às 23 horas.

Sempre começando pelo clássico! #couvertesplanadagrill #esplanadagrill #esplanadagrillrio #esplanadagrillbarra

Uma foto publicada por Clarisse Grand Court (@clarissecourt) em

Um é pouco, dois melhor ainda. Estou aqui no novíssimo e aguardado Hotel Trump na Barra da Tijuca, de arquitetura nababesca, que recebe mais um Esplanada Grill na cidade, o caçula. O Esplanada Grill é um camarote com vista para a orla, design de ambiente assinado, toda pompa & circunstância. O couvert é aquele banquete campeão que amamos, e sempre carimba nosso passaporte de retorno. Impossível pular essa etapa, com pães de queijo irresistivelmente quentinhos, pastinhas, grissinis e o time completo. Para iniciar os trabalhos, prepare-se: estão presentes o pastrami – delicioso, embora apimentado – queijo da serra de estrela, assado de tira, confit de canard e arroz de polvo. @trumprio @trumphotels @esplanadagrill_barra @esplanadagrillrio #esplanadagrillbarra #esplanadagrill #hoteltrump #trumprio #hotel #luxury #barradatijuca #jardimoceanico #gastroholic #gastroholicbrasil #instafood #foodspotting #foodlover #eating #riodejaneiro #love #god #instagood #fun #instadaily #gourmet #food #instafood #culinary #restaurante #foodie #foodgasm #foodporn #restaurant

Uma foto publicada por Kaki Melo (@kakimelo) em

Confeitaria Colombo terá chá em homenagem a Missão Artística Francesa

Se você além de apaixonado por gastronomia é um curioso sobre a história do Brasil, que tal unir tudo em um momento especial na confeitaria mais tradicional da nossa cidade?

A Confeitaria Colombo, cenário de diversos momentos importantes da nossa história estará realizando nesta sexta-feira, dia 24 de Junho um chá em  homenagem aos 200 anos da chegada da Missão Artística Francesa ao Rio de Janeiro em 1816.

Colombo_MissãoFrancesa-Crédito Wagner Pinheiro

O cardápio, com curadoria da historiadora portuguesa Ana Roldão e realização do chef Thiago Faro, reúne receitas tradicionais francesas do século XIX e receitas tradicionais das comidas vendidas pelas negras de ganho no centro do Rio de Janeiro, tão bem retratadas pelos artistas da missão francesa.

Se você não vai poder comparecer nesta edição, não fique triste, o Chá Missão Artística Francesa também está programado para acontecer nos dias 29 de julho e 26 de agosto.


A Missão Artística Francesa

Esta missão era composta por um grupo de artistas franceses que, deslocando-se para o Brasil no início do século XIX, revolucionou o panorama das belas-artes no país introduzindo o sistema de ensino superior acadêmico e fortalecendo o neoclassicismo que ali estava iniciando seu aparecimento. Um de seus expoentes máximos foi o pintor e desenhista Jean-Baptiste Debret, que documentou brilhantemente aspectos da natureza, do homem e da sociedade brasileira no início do século XIX.

SERVIÇO:

Chá Missão Artística Francesa

Dia 24 de junho

Endereço: Rua Gonçalves Dias, nº 32 – Centro

Reservas: 2505-1500 ou contato@confeitariacolombo.com.br

Valor: R$ 65,50 + 10% de serviço

CháColombo_MissãoFrancesa_Crédito Wagner Pinheiro

MENU

Pastel de carne

Pastel de palmito

Pastel do mar (vatápá ou bóbó)

Pastel de angu

Empada de galinha

Croquete de pato

Rosbife com mostarda

Salame

Presunto

Mousse de gorgonzola

Patê de foie

Manuê

Bolo de banana com castanha de caju

Charlotte

Pão de ló com baba de moça

Madeleines

Macarons

Merengues com creme de coco e coulis de maracujá

Tarteletes de nozes

Creme brulée

Fatias à Pompadour

Choux com frutas

Pudim de tapioca

Petit four

Brioche

Croissant

Mini baguete

Pain au chocolat

Pão rústico

Pão integral

Torrada Petrópolis

Geléias

Manteiga

Bebidas

Sucos de caju

Suco de abacaxi

Suco de laranja

Refresco de limão

Chás

Chocolate

Leite

Café

Jantar a quatro mãos com Danio Braga e Thiago Castanho na Locanda della Mimosa

Se você está buscando mais um bom motivo (além de curtir o friozinho) para subir a serra de Petrópolis neste próximo fim de semana, acabou de encontrar. No próximo sábado, dia 25 o querido chef Danio Braga receberá para um jantar a quatro mãos, o chef Thiago Castanho.

Juntos, eles fizeram um menu exclusivo e inédito que será servido na Locanda della Mimosa. De acordo com Danio, eles irão unir a cozinha autêntica do Norte do Brasil, indígena, com os sabores mediterrâneos da cozinha italiana.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Danio Braga está há 38 anos no Brasil e é precursor de várias tendências gastronômicas, fundador da Associação Brasileira de Sommeliers e chef da Locanda della Mimosa.

Thiago Castanho é paraense de 28 anos, orgulhoso de suas raízes e atualmente um dos maiores nomes da gastronomia nacional (integra a lista dos 50 Best Restaurants da América Latina e recebeu o título de chef do ano 2015, pela revista Prazeres da Mesa).

Os quatro primeiros pratos serão servidos em um mesmo momento, promovendo a possibilidade do convidado de saborear o balé dos sabores, avaliar os contrastes e, ao mesmo tempo, a harmonia entre os ingredientes. Todas as receitas foram feitas a quatro mãos pelos dois chefs.

MENU

Entradas

Tacacachaça (Thiago Castanho)

Creme de baroa com gengibre e perolas de camarão (Danio Braga)

Pão de tapioca na folha de bananeira com barriga de porco e tucupi preto (Thiago Castanho)

Espeto de vieiras do Maine marinadas com brotos (Danio Braga)

Ravióli aberto de pupunha, manteiga queimada, laranja e café (Thiago Castanho)

Ravióles de queijo de cabra da Serra Fluminense e purê de favas (Danio Braga)

Pratos principais

Filhote no missô, assado na folha de bananeira, purê de berinjela tostada e açaí (Thiago Castanho)

Filé de cherne grelhado com molho de vinho tinto em leito de feijões cannellini

Rabada com banana da terra e tucupi (Thiago Castanho)

Terrina de cabrito de Pedro do Rio encastelado com polenta italiana grelhada

Sobremesas

Bolo de macaxeira, castanha do Pará fresca, sorbet de bacuri e creme inglês de cumaru (Thiago Castanho)

Pannacotta de tapioca com sorvete de papaya e calda de jabuticaba

Serviço

Locanda della Mimosa – R. Mimosas, 30 – Fazenda Inglesa, Petrópolis.

Telefone: (24) 2233-5405

Pizzaria Domenica – a verdadeira pizza Artesanal

Pense em um lugar onde as pizzas artesanais assadas no forno a lenha, com ingredientes premium como farinha 00 acompanham a base de mussarela de búfala, nada de mussarela amarela. Esqueça a pizza tamanho família. O tamanho é único com exatos 30 centímetros de uma massa fina , macia  e crocante nas bordas. Acredite, ela serve bem duas pessoas que não comem muito – já para os esfomeados, vira individual mesmo. E para manter a experiência dos sabores de ingredientes frescos não tem catchup e mostarda na mesa. Essa é a tijucana “Domenica Pizza Artesanal” que também possui um ambiente agradável e um atendimento super atencioso.

DOMENICA - mozarela de búfala artesanal, tomate desidratado, grana padano e rúcula selvagem
DOMENICA – mozarela de búfala artesanal, tomate desidratado, grana padano e rúcula selvagem

De entrada, as boas pedidas são os shitakes ao forno, bem acompanhados das bruschettas clássicas com deliciosos tomates-cereja. As burratas com foccacia, servidas numa simpática tábua de madeira complementam a alegra de todos na mesa.

Na Domenica as categorias das pizzas são divididas em 3:

Prima Gerazione: MOZARELA (molho de tomate e mozarela de búfala), MOZARELA SPECIALE (molho de tomate, mozarela de búfala artesanal e manjericão) e MARGHERITA (molho de tomate, mozarela de búfala, tomate e manjericão).

Domenica (2)
MOZARELA SPECIALE – molho de tomate, mozarela de búfala artesanal e manjericão

Seconda Gerazione: MARGHERITA SPECIALE (molho de tomate, mozarela de búfala artesanal, tomate cereja e manjericão), CALABRESA (molho de tomate, mozarela de búfala, calabresa defumada, cebola e orégano), PRESUNTO (molho de tomate, mozarela de búfala, presunto cozido e orégano), AGLIO E PEPE (molho de tomate, mozarela de búfala, alho, pimenta calabresa e pimenta biquinho), QUATRO FORMAGGI (molho de tomate, mozarela de búfala, gorgonzola, mozarela de búfala artesanal e grana padano), PEPPERONI (molho de tomate, mozarela de búfala e pepperoni), PESTO (pesto de manjericão, mozarela de búfala artesanal, tomate cereja e grana padano) e PARMA E RÚCULA (molho de tomate, mozarela de búfala, presunto parma e rúcula selvagem).

Pizza Castellucio: molho de tomate, muçarela de búfala, shitake e salsinha.
CASTELLUCCIO : molho de tomate, mozarela de búfala, shitake e salsa

Terza Gerazione: DOMENICA (mozarela de búfala artesanal, tomate desidratado, grana padano e rúcula selvagem), CASTELLUCCIO (molho de tomate, mozarela de búfala, shitake e salsa), CLEMENZA (molho de tomate, mozarela de búfala, pepperoni, tomate cereja, alho e manjericão), DIAVOLA (molho de tomate, mozarela de búfala e linguiça caseira apimentada), MICHELLE (molho de tomate, mozarela de búfala, presunto cozido, shitake, rúcula selvagem, tomate cereja e grana padano) e BELLUCCI (mozarela de búfala, presunto parma, grana padano e rúcula selvagem).

Domenica (4)
BELLUCCI – mozarela de búfala, presunto parma, grana padano e rúcula selvagem

Para os amantes dos calzones, eles também estão na casa bem representados com o CLÁSSICO (molho de tomate, mozarela, presunto, shitake e salasa), BIANCO (mozarela, emmental, gorgonzola e grana padano) e o ROSSO (molho de tomate, mozarela, calabresa, cebola, azeitona preta e orégano).

Domenica (6)

E, para adoçar a vida, uma pizza de chocolate ou a releitura de Tiramisù, que vem desconstruído de seu empratamento clássico – mas não menos saboroso. Mascarpone de verdade, e biscoito champagne molhadinho no café.

A Domenica Pizza Artesanal não faz reserva e não possui delivery, por isso não tem telefone, ela está localizada perto da estação de metrô São Francisco Xavier, praticamente no Largo da Segunda-Feira, na Rua São Francisco Xavier, 18 – Tijuca (Rio de Janeiro – RJ). Funciona de domingo a quinta das 17 horas à meia-noite, e sexta e sábado das 17 horas à 01 hora.

Facebook – www.facebook.com/pizzariadomenica e Instagram www.instagram.com/domenicapizzaria.